Topo
Saída de Rede

Saída de Rede

Civitanova, de Bruno e Leal, tentará quebrar domínio russo na Champions

Janaína Faustino

11/04/2019 17h14

Equipe de Bruno e Leal cresceu na temporada e enfrentará o Zenit Kazan na final da Champions League (Foto: Divulgação/CEV)

A Confederação Europeia de Vôlei (CEV) inovou neste ano e realizará a final nos naipes feminino e masculino da Liga dos Campeões da Europa no mesmo dia, 18 de maio, na cidade de Berlim, na Alemanha. Entre os homens, o Civitanova, de Bruno e Leal, reeditará a final de 2018 ao enfrentar o papa-título Zenit Kazan, da Rússia. No feminino, Conegliano e Novara, duas equipes italianas, disputarão a taça pela primeira vez. Confira a análise do Saída de Rede:

Feminino

A edição feminina da mais importante competição interclubes da Europa terá uma final histórica. Isto porque será a primeira vez que duas equipes do mesmo país, no caso, a Itália, disputarão o troféu.

Em Istambul, na Turquia, o atual campeão italiano Imoco Volley Conegliano despachou o Fenerbahçe Opet por 3 sets a 0 (25-18, 25-22 e 28-26) e fechou a série semifinal com dois triunfos e nenhuma parcial perdida.

A oposta Samanta Fabris foi a maior pontuadora, com 17 acertos. A meio de rede Anna Danesi e a ponteira Kimberly Hill apareceram logo em seguida, com 12 e 8 pontos marcados. Pelo lado turco, Samantha Bricio e Melissa Vargas fizeram 15 e 14 pontos, respectivamente.

O Conegliano terá pela frente o Igor Gorgonzola Novara, que fez história ao eliminar o bicho papão VakifBank, da Turquia, em uma semifinal dramática. As italianas venceram o primeiro jogo, na semana passada, por 3 a 0, mas as turcas devolveram a derrota, em casa, nesta quarta-feira (10), por 3 sets a 1, com parciais de 25-23, 25-20, 15-25 e 25-21, forçando o golden set.

Contudo, os 26 pontos anotados pela ponteira Ting Zhu no jogo não foram suficientes para levar o tetracampeão europeu a mais uma final. Para eliminar o poderoso time do técnico Giovanni Guidetti, o Novara contou com uma atuação novamente exuberante da oposta Paola Egonu, que brilhou ao anotar incríveis 39 pontos na partida – 9 deles no golden set vencido por 16 a 14.

Assim, na final "caseira", as duas equipes buscarão o primeiro título na Champions League.

Leia mais:

Federação Internacional anuncia medidas para diminuir calendário intenso do vôlei

Levantador Bruno mostra insatisfação com calendário exaustivo

Provável estreia de Leal na seleção brasileira agita calendário em 2019

Paola Egunu faz história ao marcar 45 pontos no Campeonato Mundial

Masculino

No aguardado reencontro entre o astro polonês Wilfredo León e sua ex-equipe, melhor para o poderoso Zenit Kazan-RUS, que disputará a final pela quinta vez consecutiva. Após um começo de temporada irregular, marcado pela eliminação precoce no Mundial de Clubes, o time tentará o penta na competição.

Os comandados de Vladimir Alekno sofreram, mas conseguiram bater o Sir Safety Perugia no tie-break no primeiro duelo da semi, na semana passada, na Itália. Já no confronto de volta, nesta quarta-feira (10), em Kazan, os atuais campeões carimbaram o passaporte para Berlim ao vencerem os italianos por 3 sets a 1 (22-25, 25-23, 25-23 e 26-24).

O maior pontuador do confronto foi o sérvio Aleksandar Atanasijevic, que colocou 24 bolas no chão em favor dos italianos, seguido por León, que fez 16. Pelo lado russo, os destaques foram Maxim Mikhailov, Earvin Ngapeth e Matt Anderson, que marcaram 17, 14 e 13 pontos, respectivamente.

Em uma reedição da final de 2018, o Zenit Kazan enfrentará o italiano Cucine Lube Civitanova, time de Bruno, Leal e Simon, que se classificou em casa ao superar novamente o PGE Skra Belchatow, da Polônia, por 3 sets a 0 (25-15, 25-20 e 27-25).

Com enorme poderio ofensivo, o Civitanova demorou a engrenar na temporada. Além da troca de técnicos – a equipe hoje é dirigida por Ferdinando De Giorgi -, o grupo passou por problemas decorrentes principalmente do pouco entrosamento entre o recém-chegado levantador brasileiro e seus atacantes. Foi assim que o time de Macerata perdeu o título do Mundial de Clubes para o Trentino e a Copa Itália para o Perugia.

Com a conquista da vaga na decisão da Champions, os italianos tentarão o segundo troféu na competição, já que ganharam em 2002, mas foram superados no ano passado pelo Kazan. O maior pontuador do jogo foi Osmany Juantorena, com 12 acertos, seguido por Leal, que fez 11. Pela equipe polonesa, o veterano oposto Wlazly também colocou 11 bolas no chão.

Vale lembrar que será o segundo encontro entre os europeus na temporada, já que em dezembro passado ambos se enfrentaram no Mundial de Clubes, com vitória do Civitanova por 3 a 2.

Curta o Saída de Rede no Facebook!

Siga-nos no Twitter: @saidaderede

Sobre a autora

Carolina Canossa - Jornalista com experiência de dez anos na cobertura de esportes olímpicos, com destaque para o vôlei, incluindo torneios internacionais masculinos e femininos.

Sobre o blog

O Saída de Rede é um blog que apresenta reportagens e análises sobre o que acontece no vôlei, além de lembrar momentos históricos da modalidade. Nosso objetivo é debater o vôlei de maneira séria e qualificada, tendo em vista não só chamar a atenção dos fãs da modalidade, mas também de pessoas que não costumam acompanhar as partidas regularmente.

Blog Saída de Rede