Saída de Rede

Rússia, Sérvia e Itália superam problemas e largam bem no Europeu

Carolina Canossa

25/09/2017 14h41

Fenômeno: italiana Paola Egonu, de 18 anos, é a maior pontuadora do Europeu até o momento com 186 pontos

Três das seleções mais vitoriosas da Europa suaram, mas cumpriram as expectativas da torcida na fase classificatória do Campeonato Europeu de vôlei feminino, que esta sendo realizado na Geórgia e no Azerbaijão. Apesar do problemas, Rússia, Sérvia e Itália saíram de quadra com o resultado positivo nos três jogos que disputaram até o momento.

Isso, porém, não significa que o trio favorito ao título tenha vivenciado apenas momentos tranquilos. De técnico novo (Vladimir Kuzyutkin foi substituído às vésperas do torneio por Konstantin Ushakov), a Rússia por pouco não foi surpreendida pela Ucrânia na estreia (25-18, 20-25, 25-23, 23-25 e 15-13) e pela Bulgária (21-25, 25-20, 23-25, 25-21 e 15-13). Um pouco de respiro mesmo só diante da Turquia (25-23, 20-25, 25-23 e 25-20), mas ainda assim os placares foram suficientes para garantir a primeira colocação do grupo C, o que garantiu a classificação direta às quartas-de-final.

Alemanha pressiona, mas Rússia fatura o Europeu masculino

De volta ao Brasil, Thaisa avisa: “Quero um time para disputar  títulos”

Desfalcada de sua levantadora, Antonijevic (pega no antidoping durante o Grand Prix), a Sérvia também viu Sanja Malagurski (ex-Volei Nestlé) ser cortada da disputa por lesão. Ainda assim, fez 3 a 0 sobre a Republica Tcheca (25-22, 25-16 e 25-23) e Holanda (29-27, 25-17 e 25-23) antes de ter dificuldades contra a Bélgica no encerramento da chave D. Neste duelo, contou com as reservas para virar o placar (24-26, 25-20, 25-22 e 25-21) e garantir a liderança do grupo.

Já a Itália, que também viu sua armadora titular, Ofelia Malinov, ficar fora de ação por problemas físicos, além de ter o desfalque de Miriam Sylla, outra a ser pega no antidoping durante o Grand Prix, passou por poucas e boas no duelo mais equilibrado do grupo B, contra a Croácia, encerrado em 3 a 2 (25-23, 25-21, 19-25, 10-25 e 15-11). Antes, havia vencido a Georgia (25-14, 25-12 e 25-12) e Belarus (27-25, 25-18, 18-25 e 25-21), assegurando um lugar entre os oito melhores times do continente.

Sérvia quase se complicou, mas virou partida contra a Bélgica

Na chave A, Alemanha e Azerbaijão jogaram nesta segunda (25) em Baku para definir o campeão do grupo. As germânicas até saíram na frente do placar, mas acabaram tomando a virada das donas da casa: 19-25, 25-19, 25-18 e 25-18.

O Campeonato Europeu de seleções femininas continua nesta terça (26), quando Belarus e Republica Tcheca se enfrentam na repescagem para saber o adversário da Sérvia na busca por uma vaga na semifinal. Holanda e Croácia, por sua vez, decidem quem encara a Itália nas quartas. Na quarta (27) é a vez de Alemanha e Bulgária duelarem pelo direito de encarar o Azerbaijão, enquanto Polônia e Turquia jogam para sobreviver no torneio e tentar tirar a Rússia do caminho de mais um troféu continental.

Algumas partidas do Campeonato Europeu feminino podem ser vistas pela ESPN (consultar programação) – no YouTube, o canal da Confederação Europeia (CEV) conta com alguns dos melhores lances. Com nada menos que 19 medalhas de ouro, incluindo nas duas últimas edições, a Russia é a maior campeã da competição.

Curta o Saída de Rede no Facebook

Siga-nos no Twitter: @saidaderede

Sobre o autor

Carolina Canossa - Jornalista com experiência de dez anos na cobertura de esportes olímpicos, com destaque para o vôlei, incluindo torneios internacionais masculinos e femininos. João Batista Junior - Já cobriu campeonatos mundiais e a Liga Mundial. Sidrônio Henrique - Trabalhou para publicações da Europa e da América do Norte, produziu conteúdo para a Federação Internacional de Vôlei (FIVB).

Sobre o blog

O Saída de Rede é um blog que apresenta reportagens e análises sobre o que acontece no vôlei, além de lembrar momentos históricos da modalidade. Nosso objetivo é debater o vôlei de maneira séria e qualificada, tendo em vista não só chamar a atenção dos fãs da modalidade, mas também de pessoas que não costumam acompanhar as partidas regularmente.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Topo