Topo
Saída de Rede

Saída de Rede

Taubaté quebra domínio cruzeirense e vence a Supercopa pela primeira vez

Janaína Faustino

07/11/2019 23h47

O time do Vale do Paraíba ganhou o título da Supercopa pela primeira vez em sua história (Foto: CBV)

Valendo o troféu da 5ª edição da Supercopa masculina, um duelo entre duas das principais forças do vôlei brasileiro abriu a temporada 2019/2020 de clubes nesta quinta-feira (7). Assim como na versão feminina, vencida pelo Dentil Praia Clube, o decacampeão mineiro Sada Cruzeiro e o hexacampeão paulista EMS Taubaté Funvic também se enfrentaram no ginásio Sabiazinho, em Uberlândia (MG).

E Taubaté, atual campeão da Superliga, confirmou o favoritismo deste início de temporada, fez um ótimo jogo e ganhou a competição pela primeira vez. O time derrotou o Cruzeiro por 3 sets a 1, com parciais de 25-21, 21-25, 25-16 e 25-18. Com o troféu, o conjunto paulista interrompeu uma sequência de três títulos do rival – os mineiros levaram em 2015, 2016 e 2017.

Logo no começo da partida, o saque forçado e o ataque vigoroso fizeram a diferença a favor do time do técnico Renan Dal Zotto. Colocando uma margem de quatro pontos no início do primeiro set, a equipe paulista deu a impressão de que poderia jogar a etapa sem sofrer maiores sobressaltos.

No entanto, o grupo do argentino Marcelo Mendez, campeão da Copa Brasil, não se abalou. Melhorou a performance no serviço – quebrando o passe rival -, cresceu no bloqueio, no sideout e virou o jogo, passando a comandar o placar até o final. Os taubateanos, por outro lado, se perderam nas falhas, sobretudo de saque, e não conseguiram evitar o triunfo mineiro no set.

E mais:

Confiante após Copa do Mundo, líbero Thales ainda não se vê em Tóquio

Voleicast #12 comenta o equilíbrio de forças na Superliga masculina

Tentando correr atrás do prejuízo, Taubaté começou a reagir a partir da segunda parcial. Cometendo menos erros e mais concentrada, a equipe teve um aproveitamento melhor no bloqueio e se mostrou mais bem postada no sistema defensivo. Assim, permaneceu na liderança do marcador até a metade do set.

Uma passagem pelo saque do central Otávio, que atuou no time do Vale do Paraíba na temporada passada, recolocou o Cruzeiro no set. Contudo, o restante do time não conseguiu manter o nível de eficiência no fundamento, cedendo pontos em excesso ao adversário. Além disso, a virada de bola paulista também funcionou muito bem especialmente com o oposto marroquino Mohamed Al Hachdadi e o ponta Lucarelli.

Com uma artilharia pesada no ataque, Taubaté fez jus ao favoritismo deste início de temporada (Foto: Divulgação/Sada Cruzeiro)

Ainda mais afiado no ataque – destaque para o oposto africano, bola de segurança do levantador Rapha, que, por sua vez, também se sobressaiu com uma ótima distribuição em todo o confronto – e no saque, Taubaté fez uma terceira parcial arrasadora e não tomou conhecimento do Cruzeiro. Sem fazer muita força, abriu rapidamente 18 a 10 no placar.

Em um set de muitas discussões com a arbitragem, Marcelo Mendez ainda tentou mudar o cenário, realizando várias alterações. O veterano Filipe, por exemplo, foi lançado à quadra para jogar na entrada de rede no lugar do canadense Perrin, que não esteve em uma jornada muito feliz e ainda busca o melhor entrosamento. Os comandados de Renan, entretanto, mantiveram o pé no acelerador e abriram 2 a 1 no confronto.

Deste modo, com um Lucarelli extremamente inspirado e decisivo, Taubaté manteve o ritmo no quarto e último set e venceu o adversário com autoridade. A equipe contou, ainda, com vários erros do Cruzeiro, que não conseguiu manter o equilíbrio em todos os fundamentos ao longo da parcial.

Siga o Voleicast no Instagram: @voleicast

Curta o Saída de Rede no Facebook!

Siga-nos no Twitter:@saidaderede

 

Sobre a autora

Carolina Canossa - Jornalista com experiência de dez anos na cobertura de esportes olímpicos, com destaque para o vôlei, incluindo torneios internacionais masculinos e femininos.

Sobre o blog

O Saída de Rede é um blog que apresenta reportagens e análises sobre o que acontece no vôlei, além de lembrar momentos históricos da modalidade. Nosso objetivo é debater o vôlei de maneira séria e qualificada, tendo em vista não só chamar a atenção dos fãs da modalidade, mas também de pessoas que não costumam acompanhar as partidas regularmente.

Blog Saída de Rede