Topo
Saída de Rede

Saída de Rede

Taubaté quebra invencibilidade campineira e conquista o hexa no Paulista

Janaína Faustino

01/11/2019 01h08

Taubaté chegou ao sexto título consecutivo no Paulista (Foto: Renato Antunes/Maxx Sports)

O EMS Taubaté Funvic é hexacampeão paulista. Repetindo os anos de 2014, 2015, 2016, 2017 e 2018, o time do Vale do Paraíba mostrou força e, em uma batalha que durou mais de três horas, derrotou – novamente de virada – o até então invicto Vôlei Renata em pleno ginásio do Taquaral lotado nesta quinta-feira (31). A equipe de Renan Dal Zotto bateu os adversários por 3 sets a 2 (parciais de 25-23, 22-25, 17-25, 25-21 e 13-15), levando ao golden set também vencido por 25 a 22.

Assim como na semifinal, em que Taubaté também saiu em desvantagem diante do Sesi-SP, conseguindo chegar à decisão após uma virada eletrizante, o grupo liderado por Renan, atual detentor do título da Superliga masculina, deu o troco no rival campineiro que havia largado na frente vencendo o primeiro duelo da final no tie-break (25-23, 26-28, 25-22, 15-25 e 15-13).

Em uma primeira parcial disputada ponto a ponto e marcada por discussões acaloradas dos jogadores com a arbitragem, o time mandante levou a melhor tirando proveito da boa virada de bola e da consistência no saque. Apesar da falta de continuidade no serviço no começo, os comandados do argentino Horacio Dileo realizaram uma variação no fundamento a partir da metade do set, desestabilizando a linha de passe taubateana na reta final.

Destaque para o levantador argentino González, que fez uma distribuição equilibrada entre o meio e as pontas, e para o ponteiro Gabriel Vaccari, que se saiu bem em todo o duelo. A favor de Taubaté, a eficiência no bloqueio, que dificultou o trabalho do oposto Renan Buiatti.

Com bom volume de jogo e maior regularidade tanto no saque quanto nos contra-ataques, a equipe visitante rapidamente abriu 13 a 8 na segunda etapa. A partir de uma passagem do oposto Renan pelo serviço, contudo, o time da casa voltou para o set e não mais deixou que o adversário desgarrasse no marcador. Taubaté acabou empatando o duelo se valendo da eficiência de seus atacantes no sideout, sobretudo com o ponta Lucarelli e o oposto marroquino Al Hachdadi, e das falhas do oponente tanto no ataque quanto no serviço.

E mais:

Botafogo desiste do Carioca e da Superliga masculina

Oposta no Sesc, Tandara se diz feliz e disposta a ajudar o Brasil na ponta

Voleicast #11: Bernardinho e Zé Roberto não são amigos. E daí?

O representante do Vale do Paraíba manteve o ritmo na terceira parcial. Por outro lado, no embalo da torcida, o conjunto campineiro voltou a reverter a frente imposta pelo atual campeão da Superliga no começo desta etapa. Faltou ao time, no entanto, manter a consistência na recepção e no ataque. Tocando em quase todas as bolas, o bloqueio rival fez uma boa leitura do jogo do armador González e marcou 5 pontos somente neste fundamento.

Com outra postura no quarto set, o Vôlei Renata colocou uma margem de 14 a 8 contando também com o crescimento no ataque. Ainda que tenham oscilado um pouco ao longo da parcial, permitindo a reação taubateana, os donos da casa incendiaram o Taquaral e levaram ao jogo ao tie-break com ótimo rendimento na virada de bola de Renan e Vaccari.

Em um set desempate novamente parelho, os pentacampeões paulistas impuseram seu jogo na marra e, no detalhe, venceram o confronto, forçando o golden set. Ainda que tenha perdido a partida regular, o time de Campinas fez uma parcial bastante consistente especialmente no ataque.

Apesar do equilíbrio, ambas as equipes aparentaram cansaço na parcial decisiva. Mesmo empurrados pelo Taquaral abarrotado, os campineiros não resistiram ao padrão de jogo taubateano, especialmente à evolução de Douglas Souza, que foi substituído por Lipe ao longo da partida, mas voltou ao set e virou bolas importantes.

Os 31 pontos anotados pelo ponta Vaccari e os 30 de Renan não foram suficientes para barrar a triunfo taubateano. Deste modo, o time chegou ao sexto título paulista.

Siga o Voleicast no Instagram: @voleicast

Curta o Saída de Rede no Facebook!

Siga-nos no Twitter: @saidaderede

Sobre a autora

Carolina Canossa - Jornalista com experiência de dez anos na cobertura de esportes olímpicos, com destaque para o vôlei, incluindo torneios internacionais masculinos e femininos.

Sobre o blog

O Saída de Rede é um blog que apresenta reportagens e análises sobre o que acontece no vôlei, além de lembrar momentos históricos da modalidade. Nosso objetivo é debater o vôlei de maneira séria e qualificada, tendo em vista não só chamar a atenção dos fãs da modalidade, mas também de pessoas que não costumam acompanhar as partidas regularmente.

Blog Saída de Rede