Topo
Saída de Rede

Saída de Rede

Brasil enfrentará Polônia, de León, em preparação para o Pré-Olímpico

Janaína Faustino

31/07/2019 06h00

Leon é um dos melhores atacantes de atual geração do vôlei (Foto: Reprodução/Instagram)

Na reta final de preparação para o torneio Pré-Olímpico, que dará uma vaga nos Jogos de Tóquio do ano que vem, a seleção brasileira masculina de vôlei terá um último teste. Participará da 17ª edição do Hubert Jerzy Wagner Memorial, tradicional competição que será realizada na Tauron Arena, em Cracóvia (Polônia), a partir desta quinta-feira (1).

A chance de disputa em um campeonato com seleções importantes às vésperas do classificatório e a possibilidade de adaptação e aclimatação da equipe foram fundamentais para que a comissão técnica aceitasse o convite, uma vez que na semana seguinte o Brasil estará em Varna, na Bulgária, para brigar pela vaga olímpica.

Além dos anfitriões tricampeões mundiais, o time de Renan Dal Zotto terá como adversários no Wagner Memorial a imprevisível Sérvia e a emergente Finlândia. Nesta competição amistosa, todos se enfrentarão dentro do mesmo grupo e a equipe com mais pontos será a campeã. Os poloneses ganharam a edição de 2018, derrotando os russos.

Ouça nosso podcast: resultado ruim na Liga das Nações acende o alerta para a seleção masculina

León será capaz de manter a instável Polônia no topo do vôlei mundial?

O confronto mais difícil dos brasileiros deverá ser na sexta-feira (2) contra os donos da casa, que vêm se transformando em uma grande pedra no sapato da equipe verde-amarela – basta uma ligeira observação do retrospecto mais recente entre as duas seleções para notarmos a vantagem europeia. Além da vitória arrasadora na decisão do Campeonato Mundial do ano passado, os rivais, com um time B/C, superaram com facilidade os campeões olímpicos na fase final da Liga das Nações nesta temporada.

Além do histórico negativo, os comandados de Renan ainda terão que lidar com outro "problema". A Polônia contará com um reforço e tanto: o ponteiro Wilfredo León, cubano naturalizado polonês considerado um dos melhores jogadores do mundo na atualidade. Será a oportunidade de ver León em ação contra Leal, atacante cubano também naturalizado brasileiro, que fez sua estreia pela seleção nacional na Liga das Nações.

Mesmo sem León, Polônia tem um histórico recente positivo contra o Brasil (Foto: Divulgação)

Como o treinador belga Vital Heynen deseja, assim como Dal Zotto, colocar seus atletas no melhor ritmo para a disputa do qualificatório olímpico, os europeus entrarão no torneio com força máxima, contando com o jogador que fez história no Zenit Kazan, da Rússia, antes de se transferir para o italiano Perugia. León fez sua estreia com a camisa polonesa no último fim de semana em dois amistosos contra a Holanda.

A seleção do Leste Europeu venceu as partidas disputadas em casa, na cidade de Opole, por 4 sets a 0 (25-20, 25-19, 25-22 e 25-21) e 3 a 1 (27-15, 25-17, 25-17 e 18-25) – o acordo entre as equipes estabeleceu que seriam jogadas 4 parciais em cada amistoso, ainda que houvesse um vencedor nas três iniciais.

E León foi quem mais pontuou pela equipe mandante, marcando 9 vezes no primeiro jogo (a mesma pontuação do passador Bednorz, jogador-chave para a Polônia no Final Six da Liga das Nações), quando esteve em quadra nos dois primeiros sets, e 10 no segundo. A baixa pontuação de León se deve ao fato de que o treinador belga optou por descansar o jogador, dando oportunidades a vários outros atletas.

Logo depois da competição, o compromisso de ambas as seleções será o quadrangular classificatório entre os dias 9 e 11 de agosto. Vale lembrar que o Brasil jogará no grupo A contra Egito, Porto Rico e Bulgária. Já a Polônia está na chave D, bastante complicada, ao lado de França, Eslovênia e Tunísia, mas poderá contar com o apoio de sua apaixonada torcida, já que atuará em casa, na cidade de Gdansk.

Curta o Saída de Rede no Facebook!

Siga-nos no Twitter: @saidaderede

Sobre a autora

Carolina Canossa - Jornalista com experiência de dez anos na cobertura de esportes olímpicos, com destaque para o vôlei, incluindo torneios internacionais masculinos e femininos.

Sobre o blog

O Saída de Rede é um blog que apresenta reportagens e análises sobre o que acontece no vôlei, além de lembrar momentos históricos da modalidade. Nosso objetivo é debater o vôlei de maneira séria e qualificada, tendo em vista não só chamar a atenção dos fãs da modalidade, mas também de pessoas que não costumam acompanhar as partidas regularmente.