Topo
Saída de Rede

Saída de Rede

Com tranquilidade, Brasil vence Camarões na Copa do Mundo feminina

Carolina Canossa

27/09/2019 03h18

Brasil atuou com seu elenco majoritariamente titular, apesar da fragilidade do adversário (Foto: Divulgação/FIVB)

Em partida válida pela antepenúltima rodada da Copa do Mundo, a seleção brasileira feminina de vôlei derrotou Camarões por 3 sets a 0 na madrugada desta sexta-feira (27). As parciais do jogo, disputado na cidade japonesa de Osaka, foram de 25-11, 25-17 e 25-18.

Apesar da fragilidade do adversário, o técnico José Roberto Guimarães promoveu apenas uma alteração em relação às jogadoras que já vinham atuando constantemente como titulares: Camila Brait foi a líbero no lugar de Leia. O restante da equipe foi formado por Macris, Lorenne, Gabi, Amanda, Fabiana e Mara. No terceiro set, Drussyla substituiu Amanda como segunda ponteira, enquanto Gabi Cândido, Bia, Roberta e Sheilla tiveram oportunidades pontuais ao longo da partida.

Confira mais:

 Ouça o 7o episódio do Voleicast: Seleção masculina leva o 32o troféu no Sul-Americano

 No 6o programa do Voleicast: Seleção feminina mantém supremacia sul-americana

A diferença técnica entre as equipes, que se enfrentaram há pouco menos de dois meses no Pré-Olímpico de Uberlândia, ficou evidente nas ações ofensivas: ao todo, o Brasil fez 45 pontos, contra 20 das africanas. As camaronesas ainda erraram em excesso em fundamentos básicos, mas, por outro lado, viveram alguns bons momentos sacando viagem e tiveram a maior pontuadora da partida: Laetitia Moma, que colocou 13 bolas no chão. Pelo lado brasileiro, este posto coube à central Mara, com 11.

Com o resultado, o Brasil deu o primeiro passo na tentativa de conquistar a medalha de bronze na Copa do Mundo. Porém, o fato de a Rússia ter perdido para os Estados Unidos apenas no tie-break (24-26, 25-22, 25-22, 17-25 e 15-08) dificultou a missão das comandadas por Zé Roberto, que agora precisam vencer a Coreia por 3 a 0 ou 3 a 1 e torcer para uma improvável derrota das europeias para o Quênia ou ganhar delas sem ser no tie-break. Já a China deu um importante passo rumo ao título e praticamente tirou a Holanda do pódio ao fazer 3 a 1 (25-19, 25-16, 21-25 e 25-19) na equipe laranja.

Tão importante quanto o resultado positivo foi a rapidez com que ele foi obtido, já que a seleção feminina terá pouco tempo de descanso até o próximo duelo, programado para 23 horas desta sexta (horário de Brasília), contra a Coreia do Sul, equipe que é treinada pelo técnico italiano Stefano Lavarini, campeão da última Superliga pelo Itambé Minas contando em seu elenco com atletas como Macris, Gabi, Mara e Leia.

*Atualizado às 8h30

Curta o Saída de Rede no Facebook!

Siga-nos no Twitter: @saidaderede

Sobre a autora

Carolina Canossa - Jornalista com experiência de dez anos na cobertura de esportes olímpicos, com destaque para o vôlei, incluindo torneios internacionais masculinos e femininos.

Sobre o blog

O Saída de Rede é um blog que apresenta reportagens e análises sobre o que acontece no vôlei, além de lembrar momentos históricos da modalidade. Nosso objetivo é debater o vôlei de maneira séria e qualificada, tendo em vista não só chamar a atenção dos fãs da modalidade, mas também de pessoas que não costumam acompanhar as partidas regularmente.

Blog Saída de Rede