Topo
Saída de Rede

Saída de Rede

Brasil se impõe sobre os russos e conquista o bronze no Mundial Sub-21

Janaína Faustino

27/07/2019 10h48

Seleção masculina superou a Rússia neste sábado (27), ficando com a medalha de bronze no Mundial (Fotos: Divulgação/FIVB)

Após ter sido duramente derrotada pelo Irã na semifinal da 20ª edição do Campeonato Mundial Sub-21, mantendo um hiato de dez anos sem título na competição, a seleção masculina se recuperou emocionalmente e garantiu um lugar no pódio na manhã deste sábado (27).

Na cidade de Manama (Bahrein), o time de Giovane Gávio bateu a Rússia em sets diretos na disputa pelo bronze, com parciais de 21-25, 25-27 e 12-25. Assim, o Brasil retornou ao pódio em Mundiais nesta categoria depois de seis anos. A última conquista havia sido a medalha de prata na Turquia em 2013.

O selecionado nacional já havia superado o representante do Leste Europeu – terceiro colocado no Mundial de 2017 – de virada na segunda fase do campeonato por 3 a 1 (21-25, 25-22, 25-20 e 25-22), apostando na força do saque para desestabilizar a frágil linha de passe europeia, na boa marcação de bloqueio e na eficiência dos contra-ataques.

Leia mais:

Seleção masculina vê no Pan chance de "preparar o futuro do voleibol"

Seleção feminina é eliminada do Mundial Sub-20

Seleções de base buscam resgatar hegemonia nos Campeonatos Mundiais

Para conseguir o segundo triunfo, os comandados de Giovane repetiram a estratégia e contaram também com o excesso de erros dos europeus, que deram 10 pontos aos brasileiros somente na primeira parcial (22 ao total contra 15). O bloqueio também desequilibrou a partida a favor do Brasil especialmente no último set – foram 10 pontos anotados neste fundamento contra 4 dos russos.

Depois de uma segunda parcial em que esteve a maior parte do tempo em desvantagem no placar, se impondo na reta final, a seleção pouco foi incomodada no set derradeiro, quando chegou a abrir 20 a 11 sobre os adversários. Os maiores destaques brasileiros foram o central Guilherme Voss, com 13 pontos marcados – 7 somente de bloqueio –, e os ponteiros Angellus da Silva e Victor Birigui com 11 acertos cada.

Equipe de Giovane Gávio conquistou a quarta medalha de bronze na história da competição

Esta foi a quarta medalha de bronze do time verde e amarelo na história do Campeonato Mundial na categoria Sub-21 – o país havia terminado na terceira posição nas edições de 1977, 1989 e 1999. A seleção ainda possui quatro ouros e seis pratas, sendo a segunda maior vencedora do torneio atrás apenas da própria Rússia, que soma dez ouros incluindo as conquistas como União Soviética. Além disso, o pódio nesta edição já foi importante para deixar para trás a triste marca de 2017, quando o Brasil saiu zerado dos Mundiais em todas as categorias.

E em um confronto bastante equilibrado na tarde deste sábado, o Irã levou o ouro na competição ao vencer a Itália por 3 sets a 2, parciais de 25-17, 17-25, 23-25, 25-22 e 12-15. Vale lembrar que os asiáticos já são campeões mundiais na categoria Sub-19.

*Atualizado às 15h33

Ouça o Voleicast, o podcast de vôlei do Saída de Rede

Curta o Saída de Rede no Facebook!

Siga-nos no Twitter:@saidaderede

Sobre a autora

Carolina Canossa - Jornalista com experiência de dez anos na cobertura de esportes olímpicos, com destaque para o vôlei, incluindo torneios internacionais masculinos e femininos.

Sobre o blog

O Saída de Rede é um blog que apresenta reportagens e análises sobre o que acontece no vôlei, além de lembrar momentos históricos da modalidade. Nosso objetivo é debater o vôlei de maneira séria e qualificada, tendo em vista não só chamar a atenção dos fãs da modalidade, mas também de pessoas que não costumam acompanhar as partidas regularmente.