Topo
Saída de Rede

Saída de Rede

Classificado para a fase final, Brasil vence a Itália em ritmo de amistoso

Janaína Faustino

2018-06-20T19:11:41

18/06/2019 11h41

Em jogo "morno", seleção feminina derrotou a equipe italiana nesta terça-feira (18) (Fotos: Divulgação/FIVB)

Com a vaga assegurada na fase final da Liga das Nações em função da vitória da equipe polonesa por 3 a 1 sobre o Japão, a seleção feminina de vôlei encarou, nesta terça-feira (18), em Ankara, na Turquia, a também já classificada Itália, atual líder da competição. E, em ritmo de amistoso, as brasileiras venceram as europeias por 3 sets a 0, parciais de 25-21, 25-20 e 25-23, em duelo válido pela quinta e última semana da etapa classificatória.

É importante destacar que a equipe de José Roberto Guimarães enfrentou uma Itália desfigurada, uma vez que o técnico Davide Mazzanti optou por poupar suas titulares, entre elas, a oposta Paola Egonu, uma das melhores jogadoras do mundo na atualidade. Com isso, em um jogo "morno", o selecionado nacional não precisou fazer muita força para vencer.

Leia mais:

Leal, sobre a seleção brasileira: "Chegou o momento de mostrar a que vim"

Evandro e bruno vencem favoritos noruegueses e disparam na corrida olímpica

A levantadora Orro, que atuou no lugar da titular Malinov, teve problemas para construir suas jogadas em função da recepção instável de suas companheiras, sobretudo da jovem ponteira Pietrini, "caçada" no passe pelo saque brasileiro. A armadora também cometeu falhas técnicas na execução de alguns levantamentos. Assim, com bom rendimento no bloqueio (foram 8 pontos neste fundamento contra 5 das italianas no total), o time de Zé Roberto fez uma marcação eficiente do ataque rival.

Sem ser muito exigido, o Brasil seguiu tendo uma boa performance na segunda parcial, se valendo principalmente dos erros cometidos pelas europeias. O treinador Mazzanti chegou a escalar a central Chirichella e a levantadora Malinov a partir deste set, mas o cenário não foi alterado.

Pressionada pelo saque, a Azzurra continuou sofrendo na recepção na terceira etapa. Zé Roberto fez algumas mudanças, apostando na inversão 5-1 com Roberta e Lorenne, além de também ter utilizado a líbero Natinha e a jovem Tainara. A ponteira de Barueri não vinha atuando em função de uma entorse que sofreu no joelho.

A seleção feminina teve um bom desempenho no bloqueio

Entretanto, mesmo com grandes dificuldades no passe, as italianas conseguiram fazer um set mais parelho por causa da queda da seleção na recepção e na virada de bola. Contudo, as vice-campeãs mundiais não mantiveram o ritmo e cometeram erros de saque e de ataque na reta final da parcial (ao total, a Azzurra deu 24 pontos de presente ao Brasil e recebeu 13), propiciando a vitória brasileira.

As maiores pontuadoras do Brasil foram Gabi e Natália – que jogou nos dois primeiros sets – com 13 e 10 acertos. Entre as italianas, Pietrini e Nicoletti se destacaram com 14 e 12 bolas no chão.

A fase final da Liga das Nações será disputada entre os dias 3 e 7 de julho em Nanquim, na China. Antes, no entanto, o Brasil ainda terá dois jogos que poderão servir para testes. Nesta quarta-feira (19), a equipe enfrenta a Bélgica, às 10h. Fechando esta semana, as comandadas de Zé Roberto encaram as donas da casa na quinta (20), às 13h. Os jogos terão transmissão do SporTV2.

Ouça o Voleicast, podcast de vôlei do Saída de Rede

Curta o Saída de Rede no Facebook!

Siga-nos no Twitter:@saidaderede

Sobre a autora

Carolina Canossa - Jornalista com experiência de dez anos na cobertura de esportes olímpicos, com destaque para o vôlei, incluindo torneios internacionais masculinos e femininos.

Sobre o blog

O Saída de Rede é um blog que apresenta reportagens e análises sobre o que acontece no vôlei, além de lembrar momentos históricos da modalidade. Nosso objetivo é debater o vôlei de maneira séria e qualificada, tendo em vista não só chamar a atenção dos fãs da modalidade, mas também de pessoas que não costumam acompanhar as partidas regularmente.