Topo
Saída de Rede

Saída de Rede

Sesi faz 3 a 1 e título da Superliga masculina será decidido no último jogo

Carolina Canossa

2004-05-20T19:23:50

04/05/2019 23h50

Sesi sacou bem e empatou a série contra Taubaté em 2 a 2 (Fotos: Guilheme Cirino/Saída de Rede)

A festa estava pronta para a EMS Taubaté Funvic: com confiança em alta após a vitória nos últimos dois jogos sobre o Sesi, o time do interior paulista contava com o apoio da maior parte da torcida na Arena Suzano na quarta partida da série melhor-de-cinco que decide a Superliga masculina 2018/2019. Uma vitória por qualquer placar dava o inédito título para a equipe, mas a presença de um adversário qualificado do outro lado da rede deixou a decisão para o quinto e último jogo, programado para o próximo sábado (11).

Mostrando enorme força mental, o Sesi fez 3 sets a 1 neste sábado (4), com parciais de 25-22, 25-23, 18-25 e 25-21. Para triunfar, foi fundamental a melhora do time do técnico Rubinho no fundamento que é uma das principais qualidades de Taubaté: o saque. Apostando em um serviço veloz e cruzado, especialmente através de Lipe e de William Arjona, o Sesi fez a recepção rival bater cabeça, com bolas comumente caindo entre dois jogadores adversários.

Taubaté, por sua vez, só começou a ser acertar no saque a partir do terceiro set, quando mais uma vez intervenções de Renan Dal Zotto fizeram a diferença, a despeito do evidente nervosismo do técnico. A principal delas foi a entrada do central Athos no lugar de Otávio, mas a opção do levantador argentino Nicolas Uriarte em substituição a Rapha também foi importante, principalmente porque ele conseguiu colocar seu compatriota Facundo Conte na partida, desafogando Ricardo Lucarelli, o melhor em quadra. Substituto do até então apagado Leandro Vissotto, Abouba também passou a ser uma preocupação da defesa do Sesi.

Lucarelli foi o melhor jogador de Taubaté; prêmio de melhor do jogo dado pela CBV (Confederação Brasileira de Vôlei) foi para Lipe

Leia mais:

Zé Roberto: "Se pudesse, não jogaria a Liga das Nações

Dupla sensação larga na frente na corrida olímpica do vôlei de praia

Foi assim que Taubaté atropelou na terceira parcial, retomando as esperanças de levantar a taça esta noite. Só que a linha de passe do Sesi pôs os nervos em ordem e voltou a colocar a bola na mão do levantador William, obrigando novamente Renan a fazer alterações, apostando de novo em Rapha e Vissotto, além de Douglas Souza para reforçar a recepção. Com o oposto bem, o time do Vale do Paraíba equilibrou as ações até o fim do set, quando dois lances fizeram a diferença: um bloqueio do "baixinho" William sobre Douglas e um ace de Éder. O ponto final veio  em um ataque de Alan, confirmado pelo uso do recurso do desafio em vídeo.

De olho em seu segundo título na história da competição (o outro foi na temporada 2010/2011), o Sesi terá o mando do imperdível jogo 5, que também será na Arena Suzano, às 21h30 do sábado que vem. Taubaté, por sua vez, acumula um vice (2016/2017) e dois terceiros lugares (2014/2015 e 2015/2016) como melhores resultados na história da competição.

Curta o Saída de Rede no Facebook!

Siga-nos no Twitter: @saidaderede

Sobre a autora

Carolina Canossa - Jornalista com experiência de dez anos na cobertura de esportes olímpicos, com destaque para o vôlei, incluindo torneios internacionais masculinos e femininos.

Sobre o blog

O Saída de Rede é um blog que apresenta reportagens e análises sobre o que acontece no vôlei, além de lembrar momentos históricos da modalidade. Nosso objetivo é debater o vôlei de maneira séria e qualificada, tendo em vista não só chamar a atenção dos fãs da modalidade, mas também de pessoas que não costumam acompanhar as partidas regularmente.