Topo
Saída de Rede

Saída de Rede

Assassino da irmã de Dani Scott é preso nos Estados Unidos

Carolina Canossa

26/12/2018 07h28

Michael Vallery apareceu na casa das filhas na noite de Natal e não ofereceu resistência quando a polícia foi chamada (Foto: Divulgação)

Duas vezes vice-campeã olímpica, a central americana Danielle Scott recebeu uma notícia aliviante no Natal depois de um 2018 difícil: seu cunhado, Michael Vallery se entregou à polícia de Baton Rouge (Louisiana) na noite de segunda-feira (24) e agora responderá preso ao processo por ter assassinado a ex-mulher, Stefanie Vallery, além de ter ferido a própria Danielle e a filha, que leva o nome da ex-jogadora.

Michael estava foragido desde o dia 18 de novembro, quando esfaqueou Stefanie em casa – os dois estavam se divorciando, mas o acusado não aceitava a separação. Na tentativa de defender a irmã, Dani teve ferimentos nas mãos e nos braços e precisou passar por cirurgia. Já a filha do casal sofreu cortes, mas não houve a necessidade de internação.

Virna: "Dani sempre foi uma jogadora muito disciplinada e íntegra"

Dani Scott faz homenagem à irmã assassinada

Segundo a investigação feita pela polícia americana, Michael forçou a entrada na residência do casal por volta de 8h35 da noite no dia do crime e passou a agredir a ex-mulher, chegando inclusive a retirar o celular dela para que nenhum pedido de ajuda fosse feito. Ele se trancou com Stefanie no banheiro, onde a teria estuprado e estrangulado. Com a chegada de testemunhas, fugiu, mas voltou minutos depois entrando pela janela do banheiro e esfaqueou as três vítimas. Não satisfeito, ainda retornou uma terceira vez para esfaquear novamente a ex-esposa antes de sumir definitivamente.

Dani, que ainda usa talas nas mãos, comemorou em uma rede social a prisão do assassina (Foto: Reprodução/Instagram)

Scott, que retirou três pinos na semana passada e ainda usa talas nas mãos, comemorou a notícia em um post no Instagram. "Fiz o meu melhor para me manter otimista durante o período de luto pela morte da minha irmã, lidando com as cenas horríveis que testemunhei e os olhares que só tem alguma deficiência física conhece. Mas esse tempo todo o assassino estava livre e havia um sentimento inquietante, um medo de olhar para trás e imaginar se e quando ele apareceria. Pois Michael Vallery apareceu na porta da casa das minhas sobrinhas e se entregou, no que minha filha chamou de "Milagre de Natal". Minha confiança está no Senhor, que é fiel e justo, e minha irmã Stef está salva", comentou a jogadora, que atuou por diversos times brasileiros ao longo da carreira e foi casada com o ex-jogador Eduardo "Pezão" Arruda.

Vallery agora responderá na Justiça por homicídio em primeiro grau e por tentativa de homicídio no caso de Dani e da própria filha.

Curta o Saída de Rede no Facebook!

Siga-nos no Twitter:@saidaderede

Sobre a autora

Carolina Canossa - Jornalista com experiência de dez anos na cobertura de esportes olímpicos, com destaque para o vôlei, incluindo torneios internacionais masculinos e femininos.

Sobre o blog

O Saída de Rede é um blog que apresenta reportagens e análises sobre o que acontece no vôlei, além de lembrar momentos históricos da modalidade. Nosso objetivo é debater o vôlei de maneira séria e qualificada, tendo em vista não só chamar a atenção dos fãs da modalidade, mas também de pessoas que não costumam acompanhar as partidas regularmente.

Blog Saída de Rede