Topo
Saída de Rede

Saída de Rede

No sufoco, Brasil evita virada francesa e vence a segunda no Mundial

Carolina Canossa

13/09/2018 17h37

Crédito: Divulgação/FIVB

Por Daniel Rodrigues

Em um verdadeiro teste para cardíaco, a seleção masculina do Brasil conquistou um importante triunfo pelo Campeonato Mundial na tarde desta quinta-feira (13). Do outro lado da quadra estava a França, adversária direta dos brasileiros e uma das favoritas ao título da competição. Após um início muito promissor, os comandados de Renan Dal Zotto permitiram o empate dos europeus, que forçaram o duelo ao set decisivo. Agressiva e sem deixar se abater com o bom momento dos rivais a equipe atual campeã olímpica fechou o confronto em emocionantes 3 sets a 2 e parciais de 25-20, 25-20, 21-25, 23-25 e 15-12.

O bloqueio foi um dos principais trunfos do Brasil durante todo o embate. A equipe azul e amarela anotou 18 pontos, contra apenas nove dos franceses. O ponteiro Lipe, poupado no primeiro jogo da competição, contra o Egito, foi o destaque no  fundamento, com seis pontos marcados, sendo alguns deles em momentos decisivos da partida.

Leia também: Mundial masculino começa com vários favoritos e Brasil correndo por fora

O elevado número de erros da equipe francesa também chamou atenção: 35. Os brasileiros cederam 29 pontos aos europeus e as falhas no saque voltaram a evidenciar-se. Porém, nos instantes mais relevantes, o Brasil soube manter a concentração e evitar vacilos que poderiam ter custado caro. No tie-break, principalmente, pôde se ver um time lúcido, equilibrado e que, mesmo atrás do placar, quando perdia por 10 a 7, não deixou de acreditar no resultado positivo e seguiu lutando e agredindo o rival.

Vale destacar também o oposto Wallace, responsável por 20 pontos, que mais uma vez foi a bola de segurança da equipe. Mesmo tomando alguns bloqueios da França, o jogador foi constante e liderou o grupo neste importante triunfo. A participação positiva dos ponteiros Douglas Souza, com 14 pontos, e Lipe, com 15, também deu segurança ao levantador Bruninho, que soube utilizar todos os seus atacantes com inteligência e homogeneidade.

Mesmo voltando de lesão, o craque francês Earvin Ngapeth foi o grande pontuador do embate, com 22 bolas no chão, sendo 20 delas nos ataques, uma em bloqueio e a outra no saque. Aliás, o fundamento saque foi o ponto alto da França, com 10 deles revertidos em aces. Isso ainda mostra a instabilidade brasileira na recepção, apontando a necessidade de melhora para os próximos desafios do torneio.

Renan e seus comandados terão folga nesta sexta (14) e voltam à quadra no próximo sábado (15) para enfrentarem a Holanda, às 14h30 (horário de Brasília). No outro duelo do Grupo B, o Canadá teve dificuldades para bater o Egito por 3 sets a 0 e parciais apertadas de 27-25, 30-28 e 25-19. O resultado levou os canadenses à liderança da chave, com seis pontos, seguidos pelo Brasil, com cinco. Clique aqui para ver todos os resultados do dia no Mundial de vôlei masculino.

Curta o Saída de Rede no Facebook!

Siga-nos no Twitter: @saidaderede

Sobre a autora

Carolina Canossa - Jornalista com experiência de dez anos na cobertura de esportes olímpicos, com destaque para o vôlei, incluindo torneios internacionais masculinos e femininos.

Sobre o blog

O Saída de Rede é um blog que apresenta reportagens e análises sobre o que acontece no vôlei, além de lembrar momentos históricos da modalidade. Nosso objetivo é debater o vôlei de maneira séria e qualificada, tendo em vista não só chamar a atenção dos fãs da modalidade, mas também de pessoas que não costumam acompanhar as partidas regularmente.