PUBLICIDADE
Topo

Alan se diz revigorado no Sesi, vira destaque e sonha com seleção

Carolina Canossa

06/04/2018 10h41

Alan celebra a continuidade, algo que dificilmente teria no Sada Cruzeiro (Fotos: Helcio Nagamine/Fiesp)

Na base, os resultados vieram. Agora, é a vez de brilhar entre os adultos. Depois de três temporadas no Sada Cruzeiro sem conseguir deslanchar na categoria principal, o oposto Alan, 24 anos, finalmente encontrou o seu melhor jogo no Sesi e é um dos destaques da Superliga masculina: além de ser o quinto atacante mais eficiente (58% de aproveitamento),  ele é o terceiro maior pontuador, com 375 pontos, atrás apenas dos consagrados Wallace (385) e Leandro Vissotto (394) – este último, já eliminado da competição.

Em entrevista ao Saída de Rede, Alan falou sobre os motivos que culminaram no bom momento. "Mudei de time e aqui eu dei uma revigorada", admitiu o atleta, que celebrou ainda a continuidade em quadra, algo que dificilmente conseguiria no time mineiro, onde Evandro é titular absoluto. "Estar jogando de titular na Superliga em um time como o Sesi sempre dá um gás a mais no jogador", destacou.

Alan brilha e Sesi elimina Corinthians nas quartas da Superliga de vôlei

FIVB divulga as datas dos Mundiais de clubes

O fato de ter o levantador William Arjona tê-lo acompanhado na troca do Sada pelo Sesi também é apontado pelo oposto como um dos motivos de seu sucesso na atual Superliga. "Ele é um ótimo levantador, tanto que é campeão olímpico, e bastante regular. A gente tem a bola acertada desde o antigo clube e isso já chegou me favorecendo durante os jogos, pois o time inteiro é novo e foi se encaixando aos poucos", apontou.

Estar ao lado de atletas premiados como Murilo, Lucão, Lipe e Douglas Souza é mais um fator apontado por Alan. "O pessoal do time está sempre me apoiando, tem muitos medalhistas olímpicos aqui e isso sempre motiva a dar o 100% nos treinos, o que está se refletindo bastante nos jogos", analisou.

Alan e os demais jogadores do Sesi entram em quadra na noite deste sábado, às 21h30, para encarar o Sesc-RJ na primeira partida da série melhor-de-cinco que define um dos finalistas da Superliga masculina. O jogo será no ginásio da Vila Leopoldina. A outra semifinal será disputada entre o Sada Cruzeiro e o EMS Taubaté Funvic.

Parceira antiga com William impulsionou o oposto nesta temporada

MOTIVAÇÃO FORA DAS QUADRAS

Não bastasse o excelente momento profissional, Alan está prestes a viver um episódio especial na vida pessoal: o nascimento do primeiro filho, Samuel – a cesárea da companheira do atleta, Julia, está programada para o dia 18 de abril.

"É ansiedade da semifinal, ansiedade do bebê nascendo, está tudo misturado… mas isso me dá uma força de vontade a mais para ir bem nos jogos", garantiu. O segredo para tantos acontecimentos não atrapalhar seu desempenho é simples, segundo o jogador: "Eu tento, se estou em casa, desligar um pouco do vôlei e quando eu chego aqui na quadra fico 100% focado".

A expectativa por um chamado do técnico Renan Dal Zotto para a seleção masculina também existe, é claro. "Já estive e fui bem nas seleções de base. Agora, a seleção principal é uma realidade por conta deste ano. Tenho pensado bastante nisso, mas ao mesmo tempo me concentro bastante na Superliga para ir bem na competição. Seleção é lucro", afirmou.

Dono de uma boa variação de golpes no ataque, Alan avalia que ainda precisa evoluir em outros fundamentos. "Meu bloqueio tem ido mal nos jogos, tenho falhado bastante. Já no saque comecei muito mal o campeonato e só agora nos últimos jogos tenho conseguido um equilíbrio maior, errando menos. Mas ainda dá para melhorar", comentou.

Curta o Saída de Rede no Facebook!

Siga-nos  no Twitter: @saidaderede

Sobre a autora

Carolina Canossa - Jornalista com experiência de dez anos na cobertura de esportes olímpicos, com destaque para o vôlei, incluindo torneios internacionais masculinos e femininos.

Sobre o blog

O Saída de Rede é um blog que apresenta reportagens e análises sobre o que acontece no vôlei, além de lembrar momentos históricos da modalidade. Nosso objetivo é debater o vôlei de maneira séria e qualificada, tendo em vista não só chamar a atenção dos fãs da modalidade, mas também de pessoas que não costumam acompanhar as partidas regularmente.

Blog Saída de Rede