PUBLICIDADE
Topo

Com brasileiras, semis do Mundial de Clubes terão duelos Itália x Turquia

Janaína Faustino

06/12/2019 10h59

O poderoso VakifBank, de Gabi (10), segue em busca do tetra (tri consecutivo) no torneio (Fotos: Divulgação/FIVB)

A edição 2019 do Mundial de Clubes feminino terá um campeão europeu. Eczacibasi x Novara e VakifBank x Conegliano farão as semifinais da competição. Já classificados, os times italianos entraram em quadra nesta sexta-feira (6), em Shaoxing (China), apenas para cumprir tabela contra os brasileiros Itambé Minas e Dentil Praia Clube, que não tinham mais chance de título. E os europeus mantiveram a invencibilidade na competição (leia abaixo).

O Brasil, no entanto, ainda terá representantes nas finais do torneio. Natália, do Eczacibasi, e Gabi, do VakifBank, ponteiras titulares da seleção brasileira, ajudaram suas equipes a garantir suas vagas somente nesta última rodada da fase classificatória. No grupo A, o Eczacibasi atropelou as chinesas do Guandong Evergrande em sets diretos, com parciais de 25-21, 25-9 e 25-15. Com o resultado, as turcas encaram, neste sábado (7), às 9h, as italianas do Novara, líderes da chave B, em busca de um lugar na decisão.

Natália é um dos destaques do Eczacibasi

A oposta sérvia Tijana Boskovic marcou 24 pontos, seguida por Natália, que colaborou com 14. Entre as chinesas, a meio de rede Zheng e a búlgara Rabadzhieva pontuaram 9 e 8 vezes, respectivamente.

No confronto entre o Tianjin e o VakifBank, pelo grupo B, melhor para a equipe de Gabi, que venceu o rival também em sets diretos, parciais de 25-15, 25-14 e 25-19. Assim, o segundo finalista sairá do confronto, às 6h, entre a equipe de Giovanni Guidetti e o Conegliano, que terminou a fase de classificação invicto no grupo A.

Tricampeão mundial (atual bi consecutivo), o time turco teve como destaques ofensivos a oposta sueca Isabelle Haak, responsável por 24 acertos, e a ponta/oposta turca Ebrar Karakurt, que marcou 15. Gabi foi a terceira maior pontuadora com 12.

Gabi fez 12 pontos no jogo contra o chinês Tianjin

EQUIPES BRASILEIRAS VOLTAM A PERDER NO MUNDIAL

Já eliminados da competição, o Minas e Praia Clube foram novamente derrotados nesta sexta-feira (6). O campeão brasileiro foi batido no tie-break pelas reservas do Conegliano, com parciais de 25-17, 25-19, 20-25, 22-25 e 28-26.

Com 23 acertos (6 deles de saque), a promissora oposta italiana Nkemdilim Enweonwu, de 19 anos, foi a maior pontuadora do jogo ao lado da ponteira venezuelana Roslandy Acosta, do Minas, que fez a sua melhor apresentação na temporada com a camisa minastenista.

E mais:

Sada Cruzeiro vence Al-Rayyan e encara Zenit Kazan na semi do Mundial de Clubes

Em grande jogo, Praia Clube peca nos detalhes contra o Tianjin e acaba eliminado do Mundial

Gabi e Natália mostram serviço na Turquia a menos de um ano da Olimpíada de Tóquio

No segundo confronto da terceira rodada, o Praia perdeu por 3 sets a 0 para o Novara, parciais de 25-21, 26-24 e 25-19. Empatadas com 17 pontos, a oposta sérvia Jovana Brakocevic e a ponta búlgara Elitsa Valiseva foram o desafogo da levantadora norte-americana Micha Hancock. Entre as praianas, Fernanda Garay colocou 13 bolas no chão.

Com três derrotas em três partidas na fase de classificação, as equipes mineiras entrarão na disputa do 5º ao 8o lugares no torneio. O Praia enfrentará o Guandong Evergrande nesta sexta-feira (6), às 23h (horário de Brasília), enquanto que o Minas terá pela frente o Tianjin às 3h deste sábado (7).

Siga o Voleicast no Instagram: @voleicast

Curta o Saída de Rede no Facebook!

Siga-nos no Twitter: @saidaderede

Sobre a autora

Carolina Canossa - Jornalista com experiência de dez anos na cobertura de esportes olímpicos, com destaque para o vôlei, incluindo torneios internacionais masculinos e femininos.

Sobre o blog

O Saída de Rede é um blog que apresenta reportagens e análises sobre o que acontece no vôlei, além de lembrar momentos históricos da modalidade. Nosso objetivo é debater o vôlei de maneira séria e qualificada, tendo em vista não só chamar a atenção dos fãs da modalidade, mas também de pessoas que não costumam acompanhar as partidas regularmente.

Blog Saída de Rede