PUBLICIDADE
Topo

Sada luta, mas é derrotado por Civitanova, de Leal e Bruno, no Mundial

Carolina Canossa

04/12/2019 23h19

Levantador da seleção brasileira, Bruno Rezende atua pelo Civitanoca no voleibol de clubes (Foto: Divulgação/FIVB)

Em duelo de bom nível disputado na noite desta quarta-feira (4), o Lube Civitanova bateu o Sada Cruzeiro pela segunda rodada da fase classificatória do Mundial masculino de clubes. Jogando no ginásio Divino Braga, em Betim (MG), o time italiano fez 3 sets a 0, parciais de 25-23, 30-28 e 25-15.

Embalado pela boa vitória sobre o Zenit Kazan, da Rússia, na estreia do torneio, o Sada tentou utilizar a mesma tática, com saques eficientes para quebrar a linha de recepção rival e surpreender os atuais campeões europeus. O Civitanova, porém, não só segurou a pressão como respondeu com a mesma arma, dificultando a vida dos donos da casa, que ainda foram capazes de equilibrar as ações nos dois primeiros sets, antes de perderem completamente a concentração na terceira parcial, a mais tranquila de todas.

Ao todo, o Civitanova conseguiu nove pontos oriundos em aces, cinco a mais que os donos da casa – três deles foram feitos por dois velhos conhecidos da torcida cruzeirense, o ponteiro Leal (dois pontos de saque) e o central Simon. No reencontro contra sua ex-equipe, os dois jogadores nascidos em Cuba receberam algumas vaias, mas, no geral, foram tratados com muito respeito pelos torcedores brasileiros.

E mais:

Voleicast: quais as chances do Sada Cruzeiro no Mundial de clubes?

Minas perde a segunda e é eliminado do Mundial feminino

O bloqueio também foi um fator fundamental para a vitória do Civitanova, que marcou dez pontos no fundamento, contra apenas três dos brasileiros. Individualmente, o central polonês Mateusz Bieniek foi o grande destaque do jogo, com 16 pontos (oito de ataque, quatro de saque e quatro de bloqueio), enquanto Leal colocou 14 bolas no chão, Simon seis e o levantador brasileiro Bruno Rezende outras três. Pelo lado do Cruzeiro, a maior pontuação ficou com o oposto Evandro (15 pontos), seguido pelo ponteiro canadense Gordon Perrin (13).

Com uma vitória e uma derrota, o Sada Cruzeiro volta à quadra às 20h30 (horário de Brasília) desta quinta-feira (5) para encarar o Al-Rayyan, do Catar – apesar de teoricamente ser o time mais fraco do campeonato, a equipe árabe quase complicou a vida do Zenit Kazan no início da noite desta quarta (4), perdendo por 3 a 1 (21-25, 25-20, 25-23 e 25-21).

A equipe russa, aliás, será a próxima adversária do invicto Civitanova, em duelo programado para 18 horas. Vale lembrar que o Mundial masculino de clubes 2019 é disputado apenas por estas quatro equipes, de forma que a fase classificatória serve apenas para a definição das semifinais, que serão jogadas no sábado (7).

Siga o Voleicast no Instagram: @voleicast

Curta o Saída de Rede no Facebook!

Siga-nos no Twitter: @saidaderede

Sobre a autora

Carolina Canossa - Jornalista com experiência de dez anos na cobertura de esportes olímpicos, com destaque para o vôlei, incluindo torneios internacionais masculinos e femininos.

Sobre o blog

O Saída de Rede é um blog que apresenta reportagens e análises sobre o que acontece no vôlei, além de lembrar momentos históricos da modalidade. Nosso objetivo é debater o vôlei de maneira séria e qualificada, tendo em vista não só chamar a atenção dos fãs da modalidade, mas também de pessoas que não costumam acompanhar as partidas regularmente.

Blog Saída de Rede