Topo
Saída de Rede

Saída de Rede

Sérvia bate Turquia na casa do adversário e é campeã europeia

Carolina Canossa

08/09/2019 16h56

Jogadoras da Sérvia comemoram a conquista do terceiro título europeu na história (Fotos: Divulgação/CEV)

Atual campeã mundial e medalhista de prata na Rio 2016, a seleção feminina de vôlei da Sérvia deu, neste domingo (08), mais uma amostra do seu poderio ao faturar o Campeonato Europeu. Diante de uma ascendente Turquia, que contou com o apoio de 13 mil torcedores no Ankara Sport Hall, o time do técnico Zoran Terzic se sagrou campeão com um placar de 3 sets a 2, parciais de 21-25, 25-21, 25-21, 22-25 e 15-13.

Este é o terceiro título continental da seleção dos Balcãs, que também havia subido no ponto mais alto do pódios nas edições de 2017 e 2011 do Europeu. À Turquia, que também havia sido vice-campeã em 2003, sobrou mais uma vez o gostinho do "quase", mas a certeza que o trabalho do técnico Giovanni Guidetti está sendo bem feito.

Ouça no nosso podcast: Brasil mantém a hegemonia no Sul-americano feminino

Em quadra, o que se viu foram dois times com características parecidas: muita agressividade no ataque/bloqueio e seguidas falhas na recepção. No final, pesou a maior tranquilidade das sérvias, que chegaram a estar três pontos atrás no tie-break antes de conseguir a virada através de seguidas bobeadas turcas na defesa e também na recepção, além de uma boa passagem no saque da ponteira Bianka Busa.

Oposta Boskovic foi a maior pontuadora da partida, com 23 pontos

Destaque ainda para as boas atuações individuais das principais atacantes da Sérvia, a oposta Tijana Boskovic (23 pontos) e a ponta Brankica Mihajlovic (22) – apesar disto, o excesso de bolas levantadas para ambas nas extremidades pela levantadora Maja Ognjenovic por pouco não comprometeu o resultado a partir do quarto set, quando as turcas acertaram a marcação do bloqueio nas extremidades. Pelo time da casa, a maior pontuadora foi Meryem Boz (16 pontos), mas a entrada de Ebrar Karakurt na quarta parcial incendiou o jogo tanto no aspecto emocional, já que a atacante vibra muito, como no técnico, uma vez que ela virou 56% das bolas que recebeu.

A terceira posição no campeonato ficou com a Itália, que bateu a Polônia em sets diretos (25-23, 25-20 e 26-24)  na disputa pelo bronze.

Vale destacar que a Sérvia mal terá tempo de comemorar a conquista, já que, a partir de sexta-feira (13) disputa a Copa do Mundo no Japão, torneio que vale pontos no ranking mundial e, consequentemente, é importante na montagem dos grupos da Olimpíada de Tóquio. O adversário de estreia será justamente o Brasil, em duelo programado para 5 horas da manhã (horário de Brasília).

Curta o Saída de Rede no Facebook!

Siga-nos no Twitter: @saidaderede

Sobre a autora

Carolina Canossa - Jornalista com experiência de dez anos na cobertura de esportes olímpicos, com destaque para o vôlei, incluindo torneios internacionais masculinos e femininos.

Sobre o blog

O Saída de Rede é um blog que apresenta reportagens e análises sobre o que acontece no vôlei, além de lembrar momentos históricos da modalidade. Nosso objetivo é debater o vôlei de maneira séria e qualificada, tendo em vista não só chamar a atenção dos fãs da modalidade, mas também de pessoas que não costumam acompanhar as partidas regularmente.