Topo
Saída de Rede

Saída de Rede

Filipe: “Muita gente duvidou, mas mostramos que continuamos no topo”

Carolina Canossa

2028-01-20T19:06:00

28/01/2019 06h00

Sada Cruzeiro, de Filipe: 33 títulos em 43 campeonatos disputados desde 2010 (Cristiano Andujar/Inovafoto/CBV)

Capitão do Sada Cruzeiro, o ponteiro Filipe tem se alternado com Rodriguinho nos jogos da equipe ao longo desta temporada. Na final da Copa Brasil, por exemplo, ele entrou no fim do segundo set por conta de um momento de instabilidade do companheiro de equipe e não saiu mais, fazendo pontos importantes para a conquista do tetracampeonato.

Para o jogador, o título serviu para mostrar que o espírito do time é o mesmo, ainda que o elenco desta temporada esteja reformulado, o que provocou altos e baixos nos últimos meses.

"Nosso time passou por grandes mudanças nesta temporada, mas a sede de vencer e a vontade de estar no primeiro lugar do pódio permanecem. Este título é resultado do trabalho do grupo, que se supera a cada dia. A equipe toda está de parabéns, muita gente duvidou do nosso time, por todas as mudanças que tivemos, mas mostramos que continuamos no topo. Pra mim é maravilhoso saber que essa equipe continua vencedora, batalhadora e cada um que passa por aqui sente um pouco dessa energia", afirmou Filipe.

Já na visão do técnico Marcelo Mendez, que soma 33 títulos desde que assumiu o comando da equipe em 2010, a concentração foi fundamental para mais uma conquista.

"Nós sabíamos que ia ser um jogo disputado, pelo que o Minas vinha fazendo nas últimas partidas, eliminando duas fortes equipes pra chegar na final. Mas todos do nosso time fizeram um bom trabalho, entraram muito concentrados, e vamos levar este importante troféu para casa. Estão todos de parabéns", analisou.

MINAS SE ORGULHA DO VICE-CAMPEONATO

Do lado do vice-campeão Minas, o sentimento era de orgulho com a medalha de prata, já que o time não estava cotado entre os favoritos ao pódio.

"Saímos de oitavo lugar na classificação inicial do torneio e chegamos, aqui, em segundo lugar. Hoje, fomos a segunda melhor equipe do país. É um balanço muito positivo de superação, mas sabemos que, ainda, temos um caminho longo para chegar no nível que queremos chegar. Mas, isso, é passo a passo e estamos no caminho. Na partida de hoje, particularmente, a equipe fez um bom jogo, mas cometeu alguns erros e pagamos o preço. Saímos de cabeça erguida e vamos com tudo para o segundo turno da Superliga, competição que a gente vem em uma boa crescente", avaliou o técnico Nery Tambeiro.

O levantador Marlon, por sua vez, disse em entrevista ao canal "SporTv" que a mudança na estratégia do saque celeste impactou o Minas, que passou a ter dificuldades para executar suas principais jogadas. "O flutuante deles nos incomodou e tirou nossa primeira bola (…) O desequilíbrio do sistema ofensivo nos causou problemas", comentou.

Curta o Saída de Rede no Facebook!

Siga-nos no Twitter: @saidaderede

Sobre a autora

Carolina Canossa - Jornalista com experiência de dez anos na cobertura de esportes olímpicos, com destaque para o vôlei, incluindo torneios internacionais masculinos e femininos.

Sobre o blog

O Saída de Rede é um blog que apresenta reportagens e análises sobre o que acontece no vôlei, além de lembrar momentos históricos da modalidade. Nosso objetivo é debater o vôlei de maneira séria e qualificada, tendo em vista não só chamar a atenção dos fãs da modalidade, mas também de pessoas que não costumam acompanhar as partidas regularmente.