Topo
Saída de Rede

Saída de Rede

Imprensa europeia especula Tandara entre os reforços do Conegliano

Carolina Canossa

13/01/2019 06h00

Segundo a imprensa italiana, o nome de Tandara é ventilado como possível reforço do Conegliano (Foto: Reprodução/Instagram)

Por Janaina Faustino

A oposta brasileira Tandara vem sendo cotada para reforçar o italiano Imoco Volley Conegliano, que perdeu a ponteira norte-americana Megan Hodge, lesionada no início da temporada. De acordo com o site Volleyball.it, o presidente do clube, Pietro Maschio, admite que o mercado chinês tem jogadoras que podem interessar ao time. Além da ex-atleta de Osasco, o nome da passadora búlgara Dobriana Rabadzhieva, sua companheira no Guangzhou Evergrande, também é cogitado.

A China acaba se tornando um mercado viável para os clubes europeus na busca por reforços em função da curta duração do campeonato local. Enquanto as competições nacionais na Europa e no Brasil seguem praticamente o mesmo calendário, terminando em meados do ano, a Liga Chinesa chegará ao fim no dia 22 de janeiro. Deste modo, é comum que algumas atletas fechem suas temporadas por lá e se transfiram rapidamente para outros mercados. Em entrevista ao Saída de Rede, a própria jogadora explicou que gostaria de permanecer no exterior após a primeira experiência na Ásia.

Em ascensão, central Mayany deseja crescer no Minas e sonha com a seleção

Depois da torção no tornozelo em novembro, a oposta retornou às quadras no mês seguinte, mas não conseguiu ajudar o Guangzhou a manter uma boa posição na competição local. Tanto que na última terça-feira (8) a equipe foi eliminada do Campeonato Chinês com três rodadas de antecedência. Os 34 pontos marcados por Tandara no confronto contra o Jiangsu em jogo válido pela 11ª rodada não foram suficientes para evitar o revés por 3 sets a 2. Com isso, o time, que ocupa a penúltima colocação na tabela, perdeu a chance de se classificar para as semifinais.

Deste modo, a desclassificação prematura acabou colocando a brasileira no radar italiano. Vale lembrar que no final de 2018, o Conegliano, que tem a norte-americana Kimberly Hill e a italiana Miriam Sylla como atacantes titulares da entrada de rede, contratou a oposta Karsta Lowe para substituir a japonesa Miyu Nagaoka, também machucada. Assim, se assinar com o clube, Tandara terá que disputar a titularidade com as ponteiras ou com Lowe e a croata Samanta Fabris. A equipe ocupa a terceira colocação no campeonato local – atrás do Novara, de Paola Egonu, e do Scandicci, da brasileira Adenízia, respectivamente – e também disputa a Champions League.

Curta o Saída de Rede no Facebook!

Siga-nos no Twitter: @saidaderede

Sobre a autora

Carolina Canossa - Jornalista com experiência de dez anos na cobertura de esportes olímpicos, com destaque para o vôlei, incluindo torneios internacionais masculinos e femininos.

Sobre o blog

O Saída de Rede é um blog que apresenta reportagens e análises sobre o que acontece no vôlei, além de lembrar momentos históricos da modalidade. Nosso objetivo é debater o vôlei de maneira séria e qualificada, tendo em vista não só chamar a atenção dos fãs da modalidade, mas também de pessoas que não costumam acompanhar as partidas regularmente.