Saída de Rede

Otimista após lesão, Lucarelli fala em voltar a jogar ainda nesta Superliga

Carolina Canossa

10/01/2018 06h00

Devido a diversas lesões recentes, Lucarelli planeja reforçar cuidado com o físico (Foto: Divulgação/Taubaté)

Pela segunda temporada consecutiva, Ricardo Lucarelli precisa lidar com os limites do próprio corpo: depois de jogar a Olimpíada do Rio no sacrifício devido a uma lesão na coxa, o ponteiro da EMS Taubaté Funvic e da seleção brasileira luta contra o tempo para voltar a defender a equipe do Vale do Paraíba ainda nesta Superliga. É que em 25 de novembro, ele sofreu uma ruptura total do tendão de Aquiles da perna direita no duelo contra o Vôlei Renata e precisou passar por uma cirurgia três dias depois.

Com previsão de recuperação entre quatro e seis meses, Lucarelli viu o próprio médico do time, Alexandre Paiva, classificar como “remotas” suas chances de retorno na edição 2017/2018 principal competição nacional de clubes. Apesar disto, se mantém otimista.

Sesc bate Taubaté em jogo estragado pela arbitragem

Histórias contadas em cliques: os fotógrafos do vôlei

“Venho me recuperando bem. Com duas semanas consegui andar sem muletas e já comecei a fisioterapia logo na primeira semana. Espero logo menos estar sem a bota”, comentou o atacante, em entrevista exclusiva ao Saída de Rede. Questionado sobre a possibilidade de estar em boas condições de jogo para o Campeonato Mundial, em setembro, ele deixou claro que quer estar em quadra muito antes do principal torneio de 2018. “Ainda penso 100% em Taubaté, minha vontade é recuperar completamente e ficar à disposição da equipe ainda nessa liga. Só depois, com tudo correndo bem, com certeza vou fazer de tudo para estar bem para o Mundial”, destacou.

As lesões tem sido uma constante para Lucarelli: além dos problemas já citados acima, ele também sofreu uma ruptura na sola do pé direito durante as semifinais da Copa Brasil, que o tirou de ação por cerca de dois meses. O jogador atribui as adversidades ao fato de os últimos dois anos terem sido “pesados”, mas planeja maiores cuidados para que não volte a ficar tanto tempo afastado.

Ponteiro precisou usar uma bota mesmo durante a pausa de fim de ano para não prejudicar a recuperação (Foto: Reprodução/Instagram)

“Acredito que além (de reforçar) a parte física, talvez faça mais uso de suplementos para repor o desgaste”, explicou o ponteiro, que assegura não ter se abalado após tantas lesões. “Fico bem tranquilo: além da segurança que me passam aqui no clube, eu também tenho plena confiança no trabalho da área médica e sou bem positivo. Então, no ponto psicológico estou bem”, assegura.

Otimista, ele também analisou o crescimento que teve como atleta ao longo do último ciclo olímpico, quando deixou de ser uma promessa do vôlei para se converter em titular da seleção brasileira medalhista de ouro na Olimpíada do Rio de Janeiro. “Acredito que eu estou bem mais maduro depois desses anos! Foram anos de muito aprendizado, tanto da comissão técnica, como dos atletas. Tinha a recepção e bloqueio como dois fundamentos para evoluir mais e acredito que consegui isso, mesmo achando que ainda estou longe do que penso ser o ideal! Mas sim, fiquei muito feliz com a evolução nesses quatro anos”, analisou.

Curta o Saída de Rede no Facebook!

Siga-nos no Twitter: @saidaderede

Sobre o autor

Carolina Canossa - Jornalista com experiência de dez anos na cobertura de esportes olímpicos, com destaque para o vôlei, incluindo torneios internacionais masculinos e femininos. João Batista Junior - Já cobriu campeonatos mundiais e a Liga Mundial. Sidrônio Henrique - Trabalhou para publicações da Europa e da América do Norte, produziu conteúdo para a Federação Internacional de Vôlei (FIVB).

Sobre o blog

O Saída de Rede é um blog que apresenta reportagens e análises sobre o que acontece no vôlei, além de lembrar momentos históricos da modalidade. Nosso objetivo é debater o vôlei de maneira séria e qualificada, tendo em vista não só chamar a atenção dos fãs da modalidade, mas também de pessoas que não costumam acompanhar as partidas regularmente.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Topo