Topo
Saída de Rede

Saída de Rede

Fabiana diz que Zé Roberto insiste, mas ela garante que não volta à seleção

Sidrônio Henrique

2026-01-20T17:06:00

26/01/2017 06h00

Fabiana Claudino diz que Zé Roberto a procurou, mas seleção para ela "acabou" (fotos: FIVB)

"Acabou". A central bicampeã olímpica Fabiana Claudino respondeu ao Saída de Rede com firmeza quando perguntada sobre a possibilidade de continuar jogando pela seleção. "Já tomei minha decisão. Quero fazer outras coisas, algo fora do voleibol, um momento meu e preciso que isso seja respeitado", completou a veterana de 32 anos, 1,93m, que atualmente joga no Dentil/Praia Clube, de Uberlândia (MG). Indagada se o técnico da seleção, José Roberto Guimarães, tem insistido em seu retorno, ela disse sorrindo: "Com certeza. Ele manda mensagem, estou até devendo um jantar para ele".

Curta o Saída de Rede no Facebook
Russos rebatem: "Giba deveria lembrar que foi punido por usar maconha"
Londres 2012: Brasil não pode reivindicar ouro antes da Rússia ser punida

Zé Roberto observa Fabiana marcar o último ponto na histórica vitória sobre as russas em Londres 2012

Quando teve seu contrato renovado por mais quatro anos pela Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), em setembro passado, Zé Roberto enfatizou a necessidade de renovação, mas deu também uma declaração que contradisse seu discurso: "Não estou convencido de que algumas jogadoras não possam vir a jogar pela seleção. São jovens e privilegiadas no aspecto físico, a tentativa de fazê-las jogar sempre vai existir. A Sheilla e a Fabiana têm bola para continuar jogando".

Luizomar: "Aceitei o convite da seleção peruana pelo sonho da Olimpíada"

Se Zé Roberto está certo ou errado nessa insistência, só o tempo e os resultados poderiam dizer. Mas, independentemente da vontade do treinador, Fabiana garantiu que não volta atrás na sua decisão. "Olha, eu sei do meu papel ali dentro, sei que fisicamente ainda posso ajudar muito a equipe, mas agora eu preciso desse tempo para mim", afirmou.

Memória: cinco jogos inesquecíveis no sessentão Ibirapuera

Logo após a derrota para a China e a eliminação nas quartas de final da Rio 2016, ela declarou, a exemplo da oposta Sheilla Castro, que encerrava ali seu ciclo. A história de Fabiana Claudino na seleção adulta teve início quando ainda era uma juvenil, em 2003, e durou 14 temporadas, incluindo quatro Olimpíadas e três Campeonatos Mundiais. Em 2020 ela completará 35 anos.

Sobre a autora

Carolina Canossa - Jornalista com experiência de dez anos na cobertura de esportes olímpicos, com destaque para o vôlei, incluindo torneios internacionais masculinos e femininos.

Sobre o blog

O Saída de Rede é um blog que apresenta reportagens e análises sobre o que acontece no vôlei, além de lembrar momentos históricos da modalidade. Nosso objetivo é debater o vôlei de maneira séria e qualificada, tendo em vista não só chamar a atenção dos fãs da modalidade, mas também de pessoas que não costumam acompanhar as partidas regularmente.