Topo
Saída de Rede

Saída de Rede

Em teste de fogo na Copa do Mundo, Brasil bate os EUA com grande atuação

Janaína Faustino

10/10/2019 07h38

Com performance memorável, a seleção brasileira venceu os americanos em sets diretos nesta quinta-feira (10) (Fotos: Divulgação/FIVB)

A seleção brasileira masculina de vôlei passou no primeiro grande teste na Copa do Mundo do Japão. Nesta quinta-feira (10), jogando na cidade japonesa de Hiroshima, o Brasil bateu a equipe norte-americana, atual campeã do torneio e adversária direta na luta pelo título, com uma exibição de encher os olhos por incríveis 3 sets a 0, com parciais de 23-25, 22-25 e 17-25.

Os Estados Unidos foram à quadra com o oposto Anderson, os ponteiros Russell e Muagututia, o levantador Christenson, os centrais Holt e Smith, e o líbero Erik Shoji. Já Renan optou por Bruno na distribuição, Leal e Lucarelli nas pontas, Maurício Souza e Lucão pelo meio, Alan na saída e Thales como líbero.

Em um jogo com ótimo nível técnico, ambos os times iniciaram a primeira etapa com grande intensidade, troca de saques forçados e poucas falhas. O enorme equilíbrio também se refletiu no placar, que se manteve parelho em todo o tempo.

Quando o Brasil conseguia abrir dois ou três pontos de vantagem, sobretudo através do saque – destaque para Leal e Lucarelli, que tiveram excelentes passagens no fundamento -, os americanos recuperavam utilizando a mesma arma e o sideout. Diante da eficiência rival no serviço, eles chegaram a executar a recepção com quatro jogadores – o oposto/ponteiro Matt Anderson, um dos maiores astros da seleção que, bem marcado, teve uma atuação apagada no ataque, também compôs a linha de passe.

E mais:

No Voleicast #9: Seleção masculina tem bom início, mas ainda será testado na Copa do Mundo

Siga o Voleicast no Instagram: @voleicast

Participe do financiamento coletivo do Voleicast e ganhe prêmios!

Em uma parcial tão igual, o Brasil acabou largando na frente com bom aproveitamento no bloqueio e nos contra-ataques – Leal foi o desafogo na reta final, anotando 7 pontos ao total.

Como esperado, a seleção americana permaneceu dando muito trabalho ao time de Renan, não permitindo que os brasileiros desgarrassem no marcador na etapa complementar. Apesar da visível queda de rendimento das equipes no saque nesta segunda parcial, o ótimo volume de jogo verde e amarelo apareceu no momento crucial do set a partir de grandes defesas do líbero Thales, gerando contra-ataques certeiros convertidos em pontos por Alan e Leal, que voltaram a brilhar.

O Brasil manteve a concentração e a intensidade na terceira parcial. Com imensa dificuldade na virada de bola e no bloqueio – para se ter uma ideia, os EUA marcaram o seu primeiro ponto no fundamento somente nesta última parcial enquanto que o time de Renan fez 8 no total -, os rivais foram perdendo a força e a confiança na partida em função da imposição do padrão de jogo dos atuais campeões olímpicos.

O Brasil segue líder da Copa do Mundo com 21 pontos

O levantador Bruno, que pouco vinha acionando os centrais, passou a jogar com o meio – principalmente Lucão -, prendendo a marcação adversária e liberando as pontas. Deste modo, em um confronto em que todos os jogadores tiveram grande atuação, Alan e Leal anotaram mais pontos, com 16 e 15 acertos, respectivamente.

Lucarelli, que fez o seu melhor jogo na competição mostrando serviço em todos os fundamentos, foi o terceiro maior pontuador do Brasil com 10 bolas no chão. Do outro lado, o ponta Aaron Russell marcou 16 vezes.

Com o triunfo, o Brasil permaneceu na liderança isolada da competição com 21 pontos. Os americanos caíram para a terceira posição, somando 16, e a Polônia assumiu a vice-liderança com 18. A seleção volta à quadra nesta sexta-feira (11), às 2h, para enfrentar a seleção da Tunísia.

Curta o Saída de Rede no Facebook!

Siga-nos no Twitter: @saidaderede

 

Sobre a autora

Carolina Canossa - Jornalista com experiência de dez anos na cobertura de esportes olímpicos, com destaque para o vôlei, incluindo torneios internacionais masculinos e femininos.

Sobre o blog

O Saída de Rede é um blog que apresenta reportagens e análises sobre o que acontece no vôlei, além de lembrar momentos históricos da modalidade. Nosso objetivo é debater o vôlei de maneira séria e qualificada, tendo em vista não só chamar a atenção dos fãs da modalidade, mas também de pessoas que não costumam acompanhar as partidas regularmente.