Topo
Saída de Rede

Saída de Rede

Irregular, Brasil vence, mas cede set à jovem seleção mexicana

Carolina Canossa

08/10/2018 03h36

Crédito: Divulgação/FIVB

Por Daniel Rodrigues

Tinha tudo para ser uma vitória tranquila e por sets diretos, mas não foi desta forma. Após a derrota para a Alemanha, a seleção feminina do Brasil parece ter sentido o revés e entrou em quadra contra o México com uma postura bastante acuada na madrugada desta segunda-feira (08). O adversário, somente com um triunfo no Campeonato Mundial (contra a Argentina) e sem tradição alguma no cenário internacional, abriu o duelo diante das brasileiras vencendo o set inicial, mas não conseguiu manter o padrão de jogo e acabou derrotado pela equipe azul e amarela por 3 a 1, e parciais de 23-25, 25-23, 25-13 e 25-19.

O técnico brasileiro optou por poupar a ponteira Fernanda Garay e entrou em quadra com Dani Lins, Tandara, Gabi, Natália, Bia, Adenizia e a líbero Suelen. Porém, com o início agressivo das mexicanas, que abriram boa vantagem no placar nos primeiros momentos da disputa, Zé Roberto escalou a levantadora Roberta e a jovem Drussyla no lugar de Natália. As duas jogadoras permaneceram em quadra até o final do embate.

Mesmo com um desempenho melhor resultante das substituições, as brasileiras não conseguiram frear as atacantes Andrea Rangel (25 anos), Melanie Parra (16) e Samantha Bricio (23) e foram surpreendidas no primeiro set. Ainda sem conseguir se impor na parcial seguinte, o Brasil continuou apresentando bastante dificuldade e só venceu o set por uma diferença de dois pontos (25-23).

A partir daí, a seleção de José Roberto Guimarães passou a dominar o confronto, atuando com mais segurança e convicção. O bloqueio começou a funcionar com mais eficiência e a quantidade de erros das rivais aumentou. Mesmo assim o passe brasileiro foi um ponto fraco na partida, demonstrando muita instabilidade. Foram sete aces do México contra nenhum do Brasil.

A grande pontuadora da disputa foi a oposta Tandara, com 25 pontos, sendo 23 em ataques e dois em bloqueios. As ponteiras Gabi e Drussyla também se destacaram, com 15 e 14 pontos, respectivamente. Entre as mexicanas, a maior anotadora foi Andrea Rangel, com 23 bolas no chão.

Com a vitória desta madrugada, o Brasil vai a 16 pontos pelo o Grupo E, que é liderado pela Sérvia, com 21. No entanto, as brasileiras precisarão melhorar, e muito, para conseguirem vencer seus próximos dois adversários (Holanda e Japão) e tentar uma vaga na terceira etapa do Mundial. O primeiro desafio será contra as europeias, na quarta-feira (10), às 01h25 (horário de Brasília) e o duelo contra as asiáticas será na quinta (11), às 07h20.

Curta o Saída de Rede no Facebook!

Siga-nos no Twitter: @saidaderede

Sobre a autora

Carolina Canossa - Jornalista com experiência de dez anos na cobertura de esportes olímpicos, com destaque para o vôlei, incluindo torneios internacionais masculinos e femininos.

Sobre o blog

O Saída de Rede é um blog que apresenta reportagens e análises sobre o que acontece no vôlei, além de lembrar momentos históricos da modalidade. Nosso objetivo é debater o vôlei de maneira séria e qualificada, tendo em vista não só chamar a atenção dos fãs da modalidade, mas também de pessoas que não costumam acompanhar as partidas regularmente.