PUBLICIDADE
Topo

Belgorod vence duelo de gigantes e tira Zenit Kazan da liderança na Rússia

João Batista Junior

08/01/2018 06h00

Muserskiy supera block de Samoylenko na vitória do Belogorie sobre o Zenit (foto: Belogorie Volley)

Com o central Dmitri Muserskiy, o levantador Sergey Grankin e o ponta Sergey Tetyukhin de um lado da rede, e o oposto Maxim Mikhaylov e os ponteiros Wilfredo León e Matt Anderson do outro, o Belogorie Belgorod recebeu o Zenit Kazan, no domingo, e venceu o primeiro jogão do ano. A partida foi válida pela 17ª rodada da liga russa masculina de vôlei – a quarta do returno.

O Belogorie ganhou por 3 a 2, em parciais de 21-25, 25-20, 25-18, 20-25, 15-12, e tirou os campeões mundiais da primeira posição do campeonato nacional. As duas equipes chegaram a 45 pontos na tabela, mas o time de Belgorod tem uma vitória a mais que os rivais (16 a 15).

Na liga feminina, quem segue fazendo um campeonato horroroso é o Dínamo Krasnodar. Bicampeã em 2015 e 2016 da Copa CEV (o segundo torneio continental mais importante da Europa), a equipe perdeu para Proton Saratov por 3-0 (25-22, 25-22, 25-19) e segue firme na lanterna da competição, sem saber ainda o que é vencer, mesmo após 12 rodadas disputadas no certame.

Nem mesmo o retorno de Sokolova às quadras, há algumas semanas, melhorou o rendimento do sexteto de Krasnodar. A ponteira de 40 anos anotou seis pontos na partida e jogou apenas os dois primeiros sets.

A liderança pertence ao Dínamo Kazan, que não teve dificuldade para fazer 3 a 0 (25-10, 25-19, 25-19) sobre o Metar Chelyabinsk, fora de casa, e chegou a 33 pontos. São três pontos à frente do Dínamo Moscou, que superou o Yenisei Krasnoyarsk, sábado, também em sets diretos.

Siga o @saidaderede no Twitter
Curta a página do Saida de Rede no Facebook

ITÁLIA
Na segunda rodada do returno da liga italiana feminina, o Savino del Bene Scandicci visitou o Pomì Casalmaggiore, no sábado, e se deu mal. Com a derrota por 3 sets a 1 (25-19, 15-25, 25-21, 25-18) para o nono colocado do campeonato, o time da central Adenizia, que está na terceira posição, com 27 pontos, perdeu contato com as líderes.

O Imoco Volley Conegliano bateu, de virada, Il Bisonte Firenze (3 a 1, parciais de 22-25, 25-11, 25-23, 25-12) e manteve a ponta na competição, com 35 pontos. Logo em seguida, três pontos atrás, aparece o Igor Gorgonzola Novara, que suou para superar o Mycicero Volley Pesaro, neste domingo, em 3 sets a 2, com direito a reverter um tie break em que perdia por 6-1.

Éder sobe no bloqueio contra o Ravenna (divulgação/Diatec Trentino)

Já no campeonato masculino, destaque para a reação do Diatec Trentino. O time do central Éder perdeu cinco das sete primeiras partidas que disputou na liga e parecia carta fora do baralho. Contudo, o time engatou nove vitórias consecutivas e, com o 3-1 sobre o Bunge Ravenna (25-18, 22-25, 25-19, 25-20), neste domingo, chegou à quarta posição na tabela.

O Sir Safety Conad Perugia, que assumiu a ponta na primeira rodada do returno, venceu em casa o Wixo LPR Piacenza por 3-1 e se manteve em primeiro, seguido pelo Cucine Lube Civitanova – que aplicou 3-1 sobre o Revivre Milano – e pelo Azimut Modena, que contou com 23 pontos do esloveno Tine Urnaut para vencer o Gi Group Monza por 3 sets a 2.

TURQUIA
O Fenerbahçe, de Natália, tomou um susto do Bursa Sehír, mas chegou à 11ª vitória em 12 jogos pela edição 2017/2018 da liga turca. A ponteira brasileira assinalou 18 pontos, neste domingo, na vitória de sua equipe por 3 sets a 2 (20-25, 23-25, 25-13, 25-13, 15-9). A maior anotadora da partida foi sua companheira de ataque, a oposta azeri Polina Rahimova, com 24 acertos. O time está em terceiro lugar na classificação.

Eczacibasi lidera liga turca (divulgação/Eczacibasi VitrA)

A liderança do campeonato é do Eczacibasi VitrA, que atropelou o Kameroglu Beylikduzu em sets diretos, com parciais de 25-18, 25-14, 25-12. Em segundo vem o VakifBank, que nem precisou pôr Ting Zhu em jogo para chegar ao 3-0 contra o Halkbank.

O primeiro colocado da competição masculina, o Zíraat Bankasi, contou com 25 pontos do oposto polonês Dawid Konarski para virar contra o Jeopark Kula, dos brasileiros Murilo Radke, Luan Weber e Raphael de Oliveira, e vencer por 3 a 1 (21-25, 25-21, 25-22, 25-19).

Mesmo vencidos, os brasileiros tiveram boa pontuação na partida: Raphael fez 20 pontos, com 62% de aproveitamento no ataque, e Luan obteve 17 acertos.

POLÔNIA
Depois que venceu o PGE Skra Belchatow na última rodada do primeiro turno da PlusLiga – a liga masculina polonesa de vôlei –, o Zaksa Kedzierzyn-Kozle disparou na ponta da competição e segue firme rumo ao terceiro título nacional consecutivo.

No sábado, o Zaksa venceu o Zawiercie, do ponta brasileiro Hugo de León da Silva, por 3-1 (22-25, 25-17, 25-23, 26-24) e manteve sete pontos de vantagem sobre o Belchatow.

Regiane (5) conheceu a primeira derrota na liga polonesa (foto: Bianka Sawoniuk/Orlen Liga)

Já na Orlen Liga, o campeonato feminino, Regiane marcou 22 pontos, mas não evitou a queda da invencibilidade do LKS Lodz, batido pelo Chemik Police, neste domingo (partida decidida em cinco sets, com parciais de 20-25, 18-25, 25-23, 25-21, 15-11). O resultado trouxe equilíbrio à disputa do primeiro lugar da fase classificatória.

O LKS Lodz lidera a competição com 31 pontos e 11 vitórias. Em segundo, com o mesmo número de triunfos, mas um ponto a menos, aparece o Chemik Police. O Rzeszow, que tem 29 pontos e dez vitórias, aparece na terceira posição.

Sobre a autora

Carolina Canossa - Jornalista com experiência de dez anos na cobertura de esportes olímpicos, com destaque para o vôlei, incluindo torneios internacionais masculinos e femininos.

Sobre o blog

O Saída de Rede é um blog que apresenta reportagens e análises sobre o que acontece no vôlei, além de lembrar momentos históricos da modalidade. Nosso objetivo é debater o vôlei de maneira séria e qualificada, tendo em vista não só chamar a atenção dos fãs da modalidade, mas também de pessoas que não costumam acompanhar as partidas regularmente.

Blog Saída de Rede