PUBLICIDADE
Topo

Sada Cruzeiro bate time iraniano e respira no mundial

João Batista Junior

13/12/2017 19h33

Derrotado na estreia, Cruzeiro se recupera no mundial (foto: FIVB)

Mesmo sem uma atuação brilhante, o Sada Cruzeiro  conquistou, nesta quarta-feira, sua primeira vitória no Campeonato Mundial de Clubes 2017. Em Opole (Polônia), os tricampeões do mundo superaram o Sarmayeh Bank Teheran, do Irã, por 3 sets a 0 (25-23, 25-20, 25-22) e só dependem de si para alcançar as semifinais: com a derrota do Zaksa por 2-3 para o Civitanova, no início da rodada, o jogo entre cruzeirenses e poloneses na quinta-feira se tornou confronto direto por uma vaga nas semifinais – os italianos já estão qualificados e os iranianos, eliminados.

É preciso dizer que o Sada Cruzeiro deixou para trás a derrota sofrida para o Civitanova, mas não encontrou ainda seu melhor voleibol. Prova disso é que os mineiros concederam 25 pontos em erros contra 15 dos adversários, e isso se refletiu no equilíbrio do primeiro e do último sets. No entanto, o ataque da equipe fez a diferença, com 64,6% de aproveitamento e placar de 50-31 nesse quesito.

Diferentemente da atuação apagada na véspera, o ponteiro Leal foi a principal arma cruzeirense para o contra-ataque, anotou 20 pontos (18 no ataque, dois no bloqueio) e terminou como maior pontuador do confronto. O oposto Evandro, com 15 pontos, e o meio de rede Simón, com 13 também se destacaram na pontuação pelo Sada.

Siga o @saidaderede no Twitter
Curta a página do Saida de Rede no Facebook

Inconstante no saque e confrontando um bloqueio que amortecia muitas bolas, o Sada Cruzeiro sofreu para bater o Sarmayeh no primeiro set. Sem muita confiança para desenvolver seu jogo e impor seu ritmo, o time mineiro viveu de lampejos e venceu a parcial por vantagem mínima.

A situação foi diferente no segundo set. O saque e o contra-ataque do Cruzeiro melhoraram e, com isso, o time conseguiu abrir uma vantagem relativamente confortável no placar. Mesmo com a defesa ainda longe do ideal e com uma reação adversária depois do segundo tempo técnico, o time brasileiro assegurou a vitória nesta etapa.

Na terceira parcial, o Sarmayeh estava disposto a complicar a vida dos cruzeirenses e estender a partida por mais um set. Aproveitando-se de alguns erros cometidos pelo Sada, o time iraniano forçou no serviço e manteve o placar parelho. Porém, em duas passagens no saque, o ponta Filipe foi decisivo o time celeste voltou para o hotel com os três primeiros pontos na conta.

Veja a tabela do torneio, pelo horário de Brasília:

Grupo A – Opole
12.12 – 14h30: Zaksa (POL) 3-2 Sarmayeh Bank (Irã)
12.12 – 17h30: Sada Cruzeiro (BRA) 0-3 Civitanova (ITA)
13.12 – 14h30: Zaksa (POL) 2-3 Civitanova (ITA)
13.12 – 17h30: Sada Cruzeiro (BRA) 3-0 Sarmayeh Bank (Irã)
14.12 – 14h30: Zaksa (POL) vs. Sada Cruzeiro (BRA)
14.12 – 17h30: Sarmayeh Bank (Irã) vs. Civitanova (ITA)

Grupo B – Lodz
12.12 – 14h30: Zenit Kazan (RUS) 3-0 Personal Bolívar (ARG)
12.12 – 17h30: PGE Skra Belchatow (POL) 3-0 Shangai (CHN)
13.12 – 14h30: Zenit Kazan (RUS) 3-0 Shangai (CHN)
13.12 – 17h30: PGE Skra Belchatow (POL) 3-1 Personal Bolívar (ARG))
14.12 – 14h30: Personal Bolívar (ARG) vs. Shangai (CHN)
14.12 – 17h30: PGE Skra Belchatow (POL) vs. Zenit Kazan (RUS)

Semifinais – Cracóvia
16.12 – 14h30: 1A vs. 2B
16.12 – 17h30: 1B vs. 2A

Finais – Cracóvia
17.12 – 14h30: 3º lugar
17.12 – 17h30: 1º lugar

Sobre a autora

Carolina Canossa - Jornalista com experiência de dez anos na cobertura de esportes olímpicos, com destaque para o vôlei, incluindo torneios internacionais masculinos e femininos.

Sobre o blog

O Saída de Rede é um blog que apresenta reportagens e análises sobre o que acontece no vôlei, além de lembrar momentos históricos da modalidade. Nosso objetivo é debater o vôlei de maneira séria e qualificada, tendo em vista não só chamar a atenção dos fãs da modalidade, mas também de pessoas que não costumam acompanhar as partidas regularmente.

Blog Saída de Rede