PUBLICIDADE
Topo

Saída de Rede

Vitória sobre iranianos mantém seleção brasileira na luta pelo título

João Batista Junior

15/09/2017 02h32

Brasil conquistou a segunda vitória na Copa dos Campeões (foto: FIVB)

Diante de uma empolgada seleção iraniana, que chegou à segunda rodada como líder isolada da Copa dos Campeões masculina, o Brasil apresentou um voleibol eficiente e venceu por 3 sets a 0 (25-22, 25-19, 25-15). Vinda de derrota para a Itália, a equipe dirigida pelo técnico Renan Dal Zotto, com esse resultado, subiu uma posição e terminou o dia em segundo lugar – os EUA aplicaram um 3-0 sobre a França na sequência da jornada e lideram graças ao ponto average. Agora, os campeões olímpicos somam duas vitórias e sete pontos em três partidas no torneio.

A seleção brasileira começou o jogo com apenas uma modificação em relação às duas partidas anteriores: o líbero Thales começou como titular e logo passou a revezar com Tiago Brendle – Thales no passe, Brendle na defesa. No mais, Bruno, Wallace, Lucão, Mauricio Souza, Lucarelli e Mauricio Borges foram para a quadra, com direito a rápidas passagens de Isac, Raphael e Renan Buiatti no confronto.

Siga o @saidaderede no Twitter
Curta a página do Saida de Rede no Facebook

A estratégia de saque do Brasil variou no decorrer dos sets e foi essencial para que o time manejasse o jogo. Na primeira etapa, o flutuante apresentou bons resultados e foi servindo dessa maneira, por exemplo, que Wallace conquistou um ace na reta final do set e complicou o passe adversário na bola que definiu a parcial.

Já no set seguinte, quando o Irã mudou o ritmo da partida, usando a arma do saque flutuante para diminuir a velocidade do ataque brasileiro, Lucão e Wallace fizeram a diferença distribuindo pancadas no serviço.

Na terceira parcial, uma boa sequência do ponta Milad Ebadipour no saque fez com que os asiáticos largassem com 5-0 no marcador. Porém, os brasileiros conseguiram equilibrar as ações rapidamente e logo retomaram o controle da partida. Uma passagem de Lucarelli no saque nesse set foi o melhor momento do Brasil até aqui no torneio: com um ace, muito volume de jogo e anotações de bloqueio e de contra-ataque, o time marcou 11 pontos seguidos e chegou a 24-14 no placar.

De carona na eficiência do saque, a seleção também se destacou no bloqueio – 11 a 4 para a equipe nesse quesito. Embora Wallace, com 15 anotações, tenha sido o maior pontuador do jogo, os destaques ofensivos do Brasil na partida foram Lucão, com 11 pontos em 17 tentativas no ataque, e Lucarelli, com 10 pontos em 16 cortadas, ambos com aproveitamento superior a 60% nesse fundamento.

O próximo compromisso do Brasil na Copa dos Campeões será à 0h40 da sexta-feira, contra a seleção dos EUA. Na prática, o duelo entre primeiro e segundo colocados deve ser a final do torneio (a Itália, ainda com chances, corre por fora). O canal da FIVB no YouTube transmite o jogo ao vivo.

Atualizado às 07h53

Sobre a autora

Carolina Canossa - Jornalista com experiência de dez anos na cobertura de esportes olímpicos, com destaque para o vôlei, incluindo torneios internacionais masculinos e femininos.

Sobre o blog

O Saída de Rede é um blog que apresenta reportagens e análises sobre o que acontece no vôlei, além de lembrar momentos históricos da modalidade. Nosso objetivo é debater o vôlei de maneira séria e qualificada, tendo em vista não só chamar a atenção dos fãs da modalidade, mas também de pessoas que não costumam acompanhar as partidas regularmente.

Blog Saída de Rede