PUBLICIDADE
Topo

Duda é eleita a melhor jogadora do mundo pelo segundo ano consecutivo

Janaína Faustino

15/12/2019 17h57

Duda também recebeu o prêmio de melhor atacante pela segunda vez consecutiva (Fotos: Divulgação/FIVB)

O vôlei de praia brasileiro recebeu uma grande notícia neste sábado (14). A sergipana Duda, que faz dupla com a vice-campeã olímpica Ágatha, foi eleita pela Federação Internacional de Vôlei (FIVB) a melhor jogadora da temporada 2019 do Circuito Mundial. A eleição foi resultado de uma votação realizada entre técnicos e atletas da modalidade.

Criado em 2005, o prêmio de melhor jogadora da temporada consagrou outras duas brasileiras: Larissa (2006 e 2015) e Juliana (2009, 2010 e 2011). Duda, no entanto, já havia recebido na temporada passada – ela ainda foi eleita a melhor atacante do mundo em 2018 e, novamente, neste ano de 2019. Uma façanha e tanta para a jovem que, aos 21 anos, é tricampeã mundial sub-19 e bicampeã mundial sub-21, sendo considerada uma das maiores revelações do vôlei de praia brasileiro.

E mais:

Ágatha e Duda analisam adversários e projetam o Brasil no pódio na Olimpíada de Tóquio

Livro de Renan fala sobre cirurgia espiritual e acordo para ser técnico da Itália

Com racismo crescente, Itália vence Mundiais de Clubes com atletas negros como protagonistas

Ouça o Voleicast, o podcast de vôlei do Saída de Rede

"Não tenho palavras para descrever essa felicidade. Foi um ano intenso com a corrida olímpica, com várias equipes brasileiras muito fortes competindo por apenas duas vagas nos Jogos de Tóquio. Felizmente alcançamos o primeiro objetivo principal. Fico feliz por esse reconhecimento, mas estou representando um time. Sem nossa comissão técnica e sem a Ágatha, não venceria nada", ressaltou a atleta, que fará a sua estreia em Jogos Olímpicos, assim como Ana Patrícia e Rebecca, que formam a outra dupla que representará o país na mais importante competição esportiva do planeta.

Com a parceira Ágatha, Duda se classificou para a Olimpíada ao ganhar 47 das 67 partidas disputadas nesta temporada do Circuito Mundial. Ao total, a dupla ficou com duas medalhas de ouro (nas etapas de Ostrava e Tóquio), uma de prata na etapa de Roma e duas de bronze (em Viena e Varsóvia).

Evandro recebe prêmio de melhor sacador

Evandro quebrou o recorde de melhor sacador

Já Evandro, classificado com o seu parceiro Bruno Schimidt para os Jogos de Tóquio, levou o título de melhor sacador do Circuito Mundial pelo quinto ano consecutivo. Com os cinco prêmios, o jogador carioca quebrou o recorde do russo Igor Kolodinsky, que venceu a categoria entre 2007 e 2010 e era o atleta com mais conquistas no fundamento.

Siga o Voleicast no Instagram: @voleicast

Curta o Saída de Rede no Facebook!

Siga-nos no Twitter: @saidaderede

Sobre a autora

Carolina Canossa - Jornalista com experiência de dez anos na cobertura de esportes olímpicos, com destaque para o vôlei, incluindo torneios internacionais masculinos e femininos.

Sobre o blog

O Saída de Rede é um blog que apresenta reportagens e análises sobre o que acontece no vôlei, além de lembrar momentos históricos da modalidade. Nosso objetivo é debater o vôlei de maneira séria e qualificada, tendo em vista não só chamar a atenção dos fãs da modalidade, mas também de pessoas que não costumam acompanhar as partidas regularmente.

Blog Saída de Rede