Topo
Saída de Rede

Saída de Rede

Após nove anos no Rio, Roberta enfrenta o Sesc pela primeira vez

Carolina Canossa

29/11/2019 06h00

Para a levantadora, Osasco terá que diminuir erros se quiser ganhar do Rio (João Pires/Fotojump)

O primeiro encontro entre Vôlei Osasco-Audax e Sesc-RJ na temporada 2019/2020, nesta sexta-feira (29) às 21h30 no ginásio José Liberatti, terá um reencontro especial. Depois de nove anos defendendo a equipe carioca, a levantadora Roberta optou por aceitar o convite do arquirrival e estará do outro lado da rede.

E é justamente por conhecer bem o Sesc-RJ que Roberta espera um duelo complicado – quem sair derrotado perderá também a invencibilidade na atual edição da Superliga. "Sei o quanto o Bernardo (Rezende, técnico do Sesc) estuda e prepara o time para o que é preciso fazer taticamente. Tenho consciência da dificuldade que será esse jogo e do quanto vamos estar bem marcados, até porque o Rio montou um time muito consistente esse ano, com uma linha de passe e uma defesa muito boas", afirmou a levantadora.

Veja também:

 Fernanda Garay elogia força do Praia e acredita em pódio no Mundial de Clubes

 Ouça no Voleicast: quais são as chances das equipes brasileiras no Mundial de Clubes feminino?

Na visão de Roberta, o segredo para a vitória osasquence está em um bom serviço. "Temos que vir com um saque muito agressivo para tirar a bola das mãos da Fabíola, para ela não trabalhar com velocidade. Nosso bloqueio vai ter que estar muito bem ajustado e nossa defesa precisará ajudar muito para tentar fazer com que o Rio tenha problemas de colocar a bola no chão", afirmou a armadora, que lembrou da vitória contra o São Paulo-Barueri no tie-break para apontar outro fator fundamental no "clássico". "Fomos muito irregulares contra Barueri e não podemos nos permitir estar assim neste jogo. Se diminuindo a quantidade de erros, já será metade do caminho", acredita.

Entre as adversárias de Roberta estão amigas, como a central Juciely, que defende o Sesc-RJ desde 2010. "Vai ser muito estranho jogar contra a Roberta pelo carinho que sinto por ela, sabe? Está sendo estranho vê-la com outro uniforme", admitiu a meio-de-rede. "Osasco e Rio sempre é um confronto com muita história ao longo das edições da Superliga. A Roberta é uma jogadora experiente e, assim como a conhecemos, ela também nos conhece e sabe da importância deste jogo", complementou.

Siga o Voleicast no Instagram: @voleicast

Curta o Saída de Rede no Facebook!

Siga-nos no Twitter: @saidaderede

Sobre a autora

Carolina Canossa - Jornalista com experiência de dez anos na cobertura de esportes olímpicos, com destaque para o vôlei, incluindo torneios internacionais masculinos e femininos.

Sobre o blog

O Saída de Rede é um blog que apresenta reportagens e análises sobre o que acontece no vôlei, além de lembrar momentos históricos da modalidade. Nosso objetivo é debater o vôlei de maneira séria e qualificada, tendo em vista não só chamar a atenção dos fãs da modalidade, mas também de pessoas que não costumam acompanhar as partidas regularmente.

Blog Saída de Rede