Topo
Saída de Rede

Saída de Rede

Simon é MVP em sua volta à seleção masculina de Cuba

Carolina Canossa

26/08/2019 06h00

Simon tentou defender seleções de outros países antes de chegar a um acordo com os compatriotas (Fotos: Divulgação/Norceca)

Robertlandy Simon deu uma amostra clara do quão importante será na tentativa de renascimento do voleibol cubano em âmbito internacional: de volta à seleção de sua terra-natal depois de nove anos, o central foi eleito o melhor jogador da Norceca Champions Cup, que garantiu à equipe caribenha uma vaga no Pré-Olímpico da Norceca, em janeiro.

No quadrangular realizado no Centro Olímpico de Treinamento de Colorado Springs, Simon foi o maior pontuador (16 pontos) na vitória sobre os Estados Unidos  (25-19, 25-23, 22-25 e 25-14) e o segundo que mais colocou bolas no chão (12) no duelo contra Porto Rico (30-28, 25-17 e 25-22). Houve ainda um êxito por 3 a 2 sobre o Canadá (25-19, 19-25, 25-17, 22-25 e 15-11). Os principais astros americanos e canadenses não participaram da disputa.

Ouça o Voleicast, podcast do Saída de Rede

Com o título, Cuba conquistou o direito de participar do Pré-Olímpico da Norceca, em janeiro

Com passagem pelo Sada Cruzeiro, de onde saiu de forma conturbada rumo ao Civitanova (Itália), Simon fez um acordo com a Federação cubana para voltar à equipe nacional no último mês de maio. Ele, que era o capitão cubano quando foi cortado às vésperas da Liga Mundial 2011 por suspeita de arquitetar um plano de fuga, decidiu à época se dedicar ao voleibol internacional de clubes, algo que, até então, significava o afastamento total da seleção. O meio-de-rede, porém, nunca deixou o sonho olímpico de lado e, nos últimos anos, chegou a sondar dirigentes brasileiros, canadenses e búlgaros em busca da naturalização antes de fazer as pazes com os compatriotas.

O levantador Raydel Hierrezuelo e o oposto Michael Sanchez, destaque da última Superliga pelo Vôlei Um Itapetininga, seguiram o mesmo caminho de Simon e também estão de volta à seleção de Cuba, enquanto astros como Yoandy Leal, Wilfredo León e Osmany Juantorena agora defendem, respectivamente, Brasil, Polônia e Itália.

Curta o Saída de Rede no Facebook!

Siga-nos no Twitter: @saidaderede

Sobre a autora

Carolina Canossa - Jornalista com experiência de dez anos na cobertura de esportes olímpicos, com destaque para o vôlei, incluindo torneios internacionais masculinos e femininos.

Sobre o blog

O Saída de Rede é um blog que apresenta reportagens e análises sobre o que acontece no vôlei, além de lembrar momentos históricos da modalidade. Nosso objetivo é debater o vôlei de maneira séria e qualificada, tendo em vista não só chamar a atenção dos fãs da modalidade, mas também de pessoas que não costumam acompanhar as partidas regularmente.