Topo
Saída de Rede

Saída de Rede

Estados Unidos e Turquia largam na frente na Liga das Nações feminina

Janaína Faustino

03/07/2019 10h48

Mesmo com algumas peças importantes de fora, o técnico Karch Kiraly montou uma equipe bastante competitiva para disputar a fase final da Liga das Nações (Fotos: Divulgação/FIVB)

Nesta quarta-feira (3), na cidade de Nanquim, na China, norte-americanas e turcas venceram seus respectivos jogos na abertura da fase final da Liga das Nações. Em partida válida pelo grupo B, o mesmo do Brasil, as comandadas de Karch Kiraly, atuais campeãs do torneio, superaram as polonesas de virada por 3 sets a 1 (21-25, 25-16, 25-15 e 26-24). Pela chave A, as europeias derrotaram as chinesas, donas da casa, pelo mesmo placar, com parciais de 22-25, 19-25, 25-22 e 22-25.

A maior pontuadora do confronto entre as atuais campeãs e as polonesas foi a oposta Drews, responsável por 23 acertos. É importante ressaltar que Kiraly optou por deixar algumas jogadoras importantes de fora desta fase final, entre elas, a levantadora Lloyd, a oposta Lowe e a ponta Hill. Entretanto, ainda assim, montou um time bastante competitivo para tentar o bi na competição.

Leia mais:

Brasileiras fazem ótima campanha no início do Mundial de vôlei de praia

Volta de veteranas é aposta "tudo ou nada" da seleção feminina

Como as principais equipes da Superliga feminina estão montando seus elencos para a próxima temporada?

Outro destaque do ataque norte-americano – que fez 55 pontos no total contra 43 das rivais – foi a ponteira Robinson, que voltou a atuar na entrada de rede nesta temporada depois de um período jogando como líbero. Ela colocou 19 bolas no chão. Entre as polonesas, Smarzek pontuou 22 vezes na saída de rede.

Na partida válida pelo grupo A, a oposta Yilmaz e a oposta/ponteira Karakurt se sobressaíram no triunfo sobre as asiáticas com 18 e 16 pontos marcados. Do outro lado da quadra, a ponta Liu e a oposta Gong pontuaram 21 e 15 vezes, respectivamente.

Com o revés para as americanas, as polonesas se complicaram na chave e farão um jogo decisivo contra as brasileiras nesta quinta-feira (4), às 4h da manhã (com transmissão ao vivo do SporTV2). Será a estreia do time de José Roberto Guimarães na fase final. Vale lembrar que a seleção feminina perdeu para as representantes do Leste Europeu na fase classificatória por 3 sets a 2.

As turcas derrotaram as chinesas na estreia da etapa decisiva em Nanquim

Contudo, o time verde e amarelo, quarto colocado na primeira edição do torneio no ano passado, poderá se classificar de forma antecipada para as semifinais se vencer o adversário, independentemente do resultado que conseguir diante dos EUA no confronto de sexta-feira (5) no mesmo horário.

Na outra chave, a vice-campeã Turquia, do técnico italiano Giovanni Guidetti, praticamente assegurou a vaga na semi ao vencer as anfitriãs, que não contaram com suas principais atletas, poupadas para o Pré-Olímpico de agosto. Nem mesmo a treinadora Lang Ping esteve no banco de reservas. Quem comandou o time foi o assistente An Jiejie. As turcas voltam à quadra nesta quinta-feira para enfrentar as italianas, vice-campeãs mundiais, às 8h30. Todos os jogos terão transmissão do SporTV.

Ouça o segundo episódio do Voleicast, o podcast de vôlei do Saída de Rede

Curta o Saída de Rede no Facebook!

Siga-nos no Twitter:@saidaderede

Sobre a autora

Carolina Canossa - Jornalista com experiência de dez anos na cobertura de esportes olímpicos, com destaque para o vôlei, incluindo torneios internacionais masculinos e femininos.

Sobre o blog

O Saída de Rede é um blog que apresenta reportagens e análises sobre o que acontece no vôlei, além de lembrar momentos históricos da modalidade. Nosso objetivo é debater o vôlei de maneira séria e qualificada, tendo em vista não só chamar a atenção dos fãs da modalidade, mas também de pessoas que não costumam acompanhar as partidas regularmente.