Topo
Saída de Rede

Saída de Rede

Camila Brait pede dispensa e Thaisa dá adeus à seleção brasileira

Carolina Canossa

2019-04-20T19:11:25

19/04/2019 11h25

Brait e Thaisa negaram o chamado de Zé Roberto para a seleção (Fotos: Divulgação/FIVB)

O início do trabalho de José Roberto Guimarães à frente da seleção brasileira feminina em 2019 tem sido conturbado: depois de Adenízia, foi a vez de Camila Brait e Thaisa pedirem para não defender a equipe nacional.

A presença de Brait foi uma das surpresas na primeira lista de convocação, divulgada nesta sexta (18) apenas com jogadoras que não estão na final da Superliga. O relacionamento entre a líbero e o treinador estava abalado desde 2016, quando ele optou por levar Léia à Olimpíada do Rio de Janeiro.

Magoada por ter feito a maior parte do ciclo olímpico com a seleção, Brait decidiu à época que se dedicaria apenas ao voleibol de clubes. Camila diz ter conversado com Zé Roberto, mas alegou questões pessoais para se manter afastada da seleção.

"Estou muito honrada e feliz em ser convocada mais uma vez para seleção e saber que tenho as portas abertas. Eu e o Zé tivemos uma conversa, falamos sobre escolhas, decisões, novos caminhos, mas por algumas questões pessoais, não consigo me juntar às meninas", afirmou a líbero do Vôlei Osasco-Audax.

THAISA: "NÃO PENSO EM VOLTAR PARA A SELEÇÃO"

Enquanto Camila deixou a possibilidade de voltar em aberto, a central Thaisa diz que a decisão de não jogar mais na seleção brasileira é definitiva. Vítima de uma grave lesão no joelho esquerdo há dois anos, ela acredita que o excesso de jogos pode comprometer a longevidade de sua carreira.

"Hoje eu não penso em voltar para a seleção. Preciso dar um descanso para o meu corpo e a minha mente e poder fazer uma pré-temporada com calma. Quero jogar por mais tempo, o máximo que eu puder. Com o ritmo de seleção, o tempo útil do meu joelho vai diminuir em muitos anos. É uma pegada forte. Hoje jogo e treino normalmente sem problemas, mas o acúmulo de treinos e jogos seria muito ruim para mim. Foi uma escolha minha", afirmou Thaisa, que trabalhou justamente com Zé Roberto na última Superliga, defendendo o Hinode Barueri.

Mesmo de férias, a central aproveita para seguir treinando. "Já voltei a malhar e estou pegando pesado com personal, para fazer uma excelente pré-temporada. Quero voltar forte. E estou preocupada com o meu fortalecimento muscular. Estando na seleção a gente não consegue. Preciso também do descanso mental, que é o principal", completou a jogadora, sem revelar o clube brasileiro com o qual acertou para a próxima temporada.

Curta o Saída de Rede no Facebook!

Siga-nos no Twitter:@saidaderede

Sobre a autora

Carolina Canossa - Jornalista com experiência de dez anos na cobertura de esportes olímpicos, com destaque para o vôlei, incluindo torneios internacionais masculinos e femininos.

Sobre o blog

O Saída de Rede é um blog que apresenta reportagens e análises sobre o que acontece no vôlei, além de lembrar momentos históricos da modalidade. Nosso objetivo é debater o vôlei de maneira séria e qualificada, tendo em vista não só chamar a atenção dos fãs da modalidade, mas também de pessoas que não costumam acompanhar as partidas regularmente.