Topo
Saída de Rede

Saída de Rede

Liderado por Fabíola e Diouf, Sesi Bauru vence primeira decisão do Paulista

Carolina Canossa

03/11/2018 00h29

Crédito: Luiz Pires / Fotojump

Por Daniel Rodrigues 

O Sesi Vôlei Bauru deu um importante passo rumo ao título do Campeonato Paulista de 2018. Atuando na casa de suas adversárias, o grupo comandado pelo técnico Anderson Rodrigues confirmou sua boa fase, manteve a invencibilidade no torneio e derrotou o Vôlei Osasco-Audax por 3 sets a 2 (26-24, 25-22, 21-25, 17-25 e 17-15), no primeiro duelo da série final da competição, com atuações marcantes da levantadora Fabíola e da oposta Diouf, maior pontuadora, com 27 pontos.

As bauruenses entraram em quadra com Fabíola, Diouf, Palacio, Vanessa Janke, Valquíria, Saraelen e a líbero Tassia. Pelo outro lado, a equipe que busca o sétimo título paulista consecutivo escalou as titulares Claudinha, Lorenne, Angela Leyva, Mari Paraíba, Nati Martins, Walewska e Camila Brait.

Leia também: Rara liderança feminina guia estreia do Vôlei Balneário na Superliga

Campeã mundial com a Itália em 2002 morre aos 38 anos

Empurrado por sua fanática torcida, o tradicional time de Osasco protagonizou ótimas apresentações no início do primeiro e segundo sets. Na parcial inicial, Luizomar e suas atletas chegaram a abrir 20 a 17 no placar, mas permitiram a virada das visitantes, marcada por bons saques da central Valquíria e ataques certeiros de Valentina Diouf. No set seguinte a história se repetiu: as anfitriãs lideravam por 12 a 6, quando o técnico Anderson Rodrigues colocou as ponteiras Gabi Cândido e Edinara nos lugares da cubana Palacio e de Vanessa Janke, conseguindo se recuperar no marcador e abrir 2 a 0 no embate.

Quando tudo parecia estar definido, o enredo foi revertido. O Sesi Vôlei Bauru dominou boa parte da terceira parcial, mas a entrada da ponteira Paula Pequeno, no lugar de Angela Leyva, deu um novo ânimo às donas da casa. Com a bicampeã olímpica em quadra o time osasquense cresceu e voltou a contagiar seus torcedores com o triunfo no set. Embaladas e com muita agressividade as jogadoras do Osasco mantiveram o padrão de jogo elevado e conseguiram levar o confronto para o set desempate.

Em grupos diferentes, Praia e Minas conhecem seus adversários no Mundial

No tie-break foi só emoção. Do lado do Vôlei Osasco prevaleceram as boas ações ofensivas da ponteira Paula, enquanto as rivais eram lideradas por Diouf e uma excelente distribuição de Fabíola. Mas, mais uma vez, as alterações do técnico Anderson Rodrigues foram decisivas. As entradas da experiente Arlene (48 anos) e da central Andressa foram cruciais. A primeira entrou para sacar, executou uma boa sequência e ainda fez belas defesas. Já Andressa pontuou no ataque, no bloqueio e foi a responsável pelo ponto que levou à vitória suada ao time visitante por 17 a 15.

O duelo decisivo será na próxima segunda-feira (05/11), às 19h15, no Ginásio Panela de Pressão, em Bauru. Caso as mandantes vençam, o título paulista irá pela primeira vez na história ao time bauruense. Para o Vôlei Osasco resta tentar um triunfo para levar a disputa ao Golden Set, a ser disputado no mesmo dia.

Curta o Saída de Rede no Facebook!

Siga-nos no Twitter: @saidaderede

 

Sobre a autora

Carolina Canossa - Jornalista com experiência de dez anos na cobertura de esportes olímpicos, com destaque para o vôlei, incluindo torneios internacionais masculinos e femininos.

Sobre o blog

O Saída de Rede é um blog que apresenta reportagens e análises sobre o que acontece no vôlei, além de lembrar momentos históricos da modalidade. Nosso objetivo é debater o vôlei de maneira séria e qualificada, tendo em vista não só chamar a atenção dos fãs da modalidade, mas também de pessoas que não costumam acompanhar as partidas regularmente.