Topo
Saída de Rede

Saída de Rede

Lipe: “Machucou quando veio o momento de dizer que precisava sair”

Carolina Canossa

30/10/2018 06h00

Lipe: dúvidas sobre a própria capacidade física de jogar o Mundial (Foto: Divulgação/FIVB)

A decisão já estava acertada antes mesmo do Campeonato Mundial e não há espaço para arrependimentos. Isso, porém, não significa que tenha sido fácil para Lipe se despedir da seleção brasileira masculina de vôlei. Cerca de um mês após o anúncio, o ponteiro explicou os bastidores da decisão.

"Estava comentando com a minha mulher que a gente se prepara para despedida, mas, quando ela acontece, dói. Então, quando veio realmente o momento de dizer que eu precisava sair, machucou", admitiu o jogador de 34 anos, cujo principal pretexto para a escolha foi a condição física. "É preciso colocar os pés no chão e dizer qual é o momento certo. Fisicamente eu não consigo mais desenvolver o que os meninos vêm desempenhando", destacou.

A lesão no cotovelo direito que o tirou da reta final da Liga das Nações foi o pretexto definitivo para uma decisão que já vinha sendo amadurecida, segundo o jogador. Ele, inclusive, afirma que tinha dúvidas sobre sua capacidade de jogar o Mundial, como acabou acontecendo. "Eu não acreditava que eu conseguiria ajudar a seleção brasileira a jogar uma final de campeonato deste nível. Foi um sucesso, para mim, estar em mais uma final", comemorou o campeão olímpico na Rio 2016.

William nega despedida, mas abre espaço para novos levantadores na seleção

Mas e em clubes? Prestes a iniciar sua segunda temporada consecutiva pelo Sesi, Lipe diz não saber quanto tempo atuará como atleta profissional de vôlei.

"Sinceramente precisamos ver temporada a temporada. A questão da seleção é você não ter durante muito tempo o período de descanso, pois sai do clube e já emenda em competições pesadas, viagens e o acúmulo acaba prejudicando. Mas, quando você tem um período de descanso para o corpo, acaba desenvolvendo bem, como aconteceu com o Dante, que na temporada passada foi excepcional", observou.

Sem Lipe, o técnico Renan Dal Zotto terá como principais opções de ponteiros em 2019 nomes como Douglas Souza, Kadu, Maurício Borges e Ricardo Lucarelli, além do cubano naturalizado brasileiro Yoandy Leal, que poderá ser convocado a partir de 30 de abril.

Curta o Saída de Rede no Facebook!

Siga-nos no Twitter: @saidaderede

Sobre a autora

Carolina Canossa - Jornalista com experiência de dez anos na cobertura de esportes olímpicos, com destaque para o vôlei, incluindo torneios internacionais masculinos e femininos.

Sobre o blog

O Saída de Rede é um blog que apresenta reportagens e análises sobre o que acontece no vôlei, além de lembrar momentos históricos da modalidade. Nosso objetivo é debater o vôlei de maneira séria e qualificada, tendo em vista não só chamar a atenção dos fãs da modalidade, mas também de pessoas que não costumam acompanhar as partidas regularmente.