Topo
Saída de Rede

Saída de Rede

Sesi-SP bate Vôlei Renata e conquista o bicampeonato da Copa SP

Carolina Canossa

06/08/2018 22h14

Os comandados do técnico Rubinho derrotaram seus adversários por 3 sets a 1 e sagram-se bicampeões da Copa São Paulo(Crédito: Ayrton Vignola/Fiesp)

Por Daniel Rodrigues

A equipe masculina do Sesi-SP conquistou na noite desta segunda-feira (06) seu primeiro título da temporada 2018/2019. Diante do Vôlei Renata de Campinas, os comandados do técnico Rubinho derrotaram seus adversários por 3 sets a 1 (25-19, 25-21, 23-25 e 25-19) e sagram-se bicampeões da Copa São Paulo, repetindo o feito de 2017, quando venceram o Corinthians-Guarulhos na decisão.

A grande final deste ano foi disputada em Pirassununga, que celebra 195 anos nesta segunda. A equipe da capital, ganhadora perante o São José na semifinal, iniciou o duelo com Evandro, Franco, Renato, Alan Patrick, Gustavão, Gabriel Bertolini e o líbero Douglas Pureza. Já o time campineiro, classificado para a disputa do ouro após o triunfo diante do Vôlei Ribeirão, começou com os titulares João Paolinetti, Felipe Banderó, Bruno Temponi, Gabriel Vaccari, Luizinho, Vini e Lukinha.

Os primeiros sets da partida foram marcados por um confronto típico de princípio de temporada, com muitos erros de saque, passe e falta de entrosamento nítida dos levantadores com seus atacantes. No entanto, o Sesi, com a maior parte de seus jogadores remanescentes da temporada passada, demonstrou superioridade e maior ritmo de jogo, conquistando os dois primeiros sets.

O Sesi, com a maior parte de seus jogadores remanescentes da temporada passada, demonstrou superioridade e maior ritmo de jogo (Créditos: Ayrton Vignola/Fiesp)

Pelo lado do Vôlei Renata, o grupo parecia sentir o desentrosamento e a falta de experiência do levantador juvenil, João Paolinetti. Sem Bruno Canuto, que sentiu o joelho nos treinamentos, e o argentino Demian Gonzalez retornando às quadras aos poucos, o time de Campinas mostrou-se muito dependente de seus atacantes de extremidade. Mais eficientes na segunda metade do duelo, os ponteiros Vaccari e Temponi, junto com o oposto Banderó, foram fundamentais para a vitória na terceira parcial.

Leia também: Mercado: Sada perde cubanos e rivais tentam quebrar hegemonia celeste

Porém, a equipe de Rubinho retomou a concentração no quarto set e liquidou a decisão, conquistando a Copa São Paulo, muito comemorada pelo técnico. "É a primeira competição do ano e temos poucas semanas de treinamento. Obviamente que as coisas ainda não estão ajustadas para os dois lados, pois é o começo de um trabalho, mas é legal começar com vitória e ver coisas que foram trabalhadas acontecendo de forma positiva. É muito importante estar com esse grupo jogando, fortalecendo a equipe para temporada, mesmo com os jogadores da seleção fazendo falta. Eles estão tendo oportunidade de serem protagonistas, o que não é fácil. É um momento importante, que foi bem aproveitado pelo time", finalizou.

Curta o Saída de Rede no Facebook 

Siga-nos no Twitter: @saidaderede

Sobre a autora

Carolina Canossa - Jornalista com experiência de dez anos na cobertura de esportes olímpicos, com destaque para o vôlei, incluindo torneios internacionais masculinos e femininos.

Sobre o blog

O Saída de Rede é um blog que apresenta reportagens e análises sobre o que acontece no vôlei, além de lembrar momentos históricos da modalidade. Nosso objetivo é debater o vôlei de maneira séria e qualificada, tendo em vista não só chamar a atenção dos fãs da modalidade, mas também de pessoas que não costumam acompanhar as partidas regularmente.